Toxoplasmose e gravidez

Toxoplasmose e gravidez

Autor Inagaki, Ana Dorcas de Melo Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Este trabalho teve como objetivos, caracterizar o perfil de gestantes submetidas ao rastreamento sorologico para toxoplasmose, verificar a frequencia de anticorpos especificos, a ocorrencia de fatores de risco, e a associacao com o resultado. Foram investigadas 175 gestantes, submetidas a sorologia especifica, assistidas no ambulatorio de pre-natal da Maternidade Amparo Maternal no municipio de São Paulo, no periodo de maio a novembro de 1995. A caracterizacao evidencia uma populacao com predominio de jovens, primigestas, com baixo nivel socio-economico-educacional, provenientes da regiao Sudeste, de pele parda, que exerciam atividades domesticas ou que exigem pouca qualificacao profissional e viviam com companheiro. A maioria procurou o pre-natal tardiamente. Entre as nao primigestas, foi constatada alta taxa de perdas gestacionais, mostrando a necessidade de melhorar a assistencia a mulher na idade fertil. Quanto aos fatores de risco, 20,6% possuiam o habito de consumir carne crua ou mal cozida, 27,4% ovo cru e 10,9% leite cru nao pasteurizado. A posse de gatos, foi verificada em 18,9% destas gestantes. A frequencia de anticorpos especificos para toxoplasmose foi de 65,1% e nao foi encontrada associacao entre os fatores de risco e a presenca destes anticorpos
Palavra-chave Toxoplasmose
Gravidez
Idioma Português
Data de publicação 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 74 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 74 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15471

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta