Efeitos do monossialogangliosídeo GM1 sobre a memória de ratos

Show simple item record

dc.contributor.advisor Frussa Filho, Roberto [UNIFESP]
dc.contributor.author Silva, Regina Helena da [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T22:59:21Z
dc.date.available 2015-12-06T22:59:21Z
dc.date.issued 1997
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1997. 84 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15382
dc.description.abstract Os gangliosideos, uma familia de glicoesfingolipidios que contem acido sialico, estao presentes nas membranas de todos os tecidos de vertebrados, concentrando-se no sistema nervoso, onde representam cerca de 10% do conteudo total de lipidios (Ledeen, 1984). O fato de os gangliosideos estarem presentes em altas concentracoes nas terminacoes sinapticas (Hansson et al., 1977) levou ao estudo de um possivel papel dessas substancias nao so na transmissao neuronal (Svennerholm, 1980), mas tambem na plasticidade neuronal (Agnati et al., 1983b; Vital et al., 1995a; Bellot et al., 1996; 1997) e consequentemente na formacao da memoria (Rahmann, 1995). O interesse inicial sobre a possivel participacao dos gangliosideos no processo de formacao da memoria originou-se do estudo de Dunn et al., (1974), demonstrando um aumento no metabolismo desses glicoesfingolipidios apos o treino de uma tarefa de esquiva. Foi ainda observado que anticorpos anti-GM1 administrados intracerebroventricularmente em ratos ou camundongos causaram uma inibicao da consolidacao da memoria em uma tarefa de esquiva passiva (Karpiak et al., 1978; Karpiak & Rapport, 1979). Outros estudos foram realizados no sentido de verificar quais seriam os efeitos da administracao exogena de gangliosideos sobre esse processo. A maioria dos experimentos demonstrou o efeito dos gangliosideos na recuperacao de deficits comportamentais decorrentes de algum tipo de lesao no SNC (Sabel et al., 1984; Ramirez et al., 1987; 1991; Elliot et al., 1989; Ortiz et al., 1990; Zielinski et al., 1993; Dunbar et al., 1993), induzidos farmacologicamente (Grecksch et al., 1991) ou relacionados a defiCiências geneticas (Fagioli et al., 1990; 1991; 1992). O objetivo do presente trabalho consistiu em estender a caracterizacao dos efeitos de gangliosideos exogenos nos processos relacionados a memoria de ratos. Nesse sentido, procuramos verificar os efeitos do tratamento prolongado com GM1 sobre os deficits de memoria produzidos pela senilidade ou farmacologicamente, utilizando os modelos experimentais da esquiva passiva e da habituacao em campo aberto. Os principais resultados foram: Ratos idosos tratados prolongadamente com GM1 apresentaram um desempenho melhorado em relacao aos animais velhos tratados com solucao salina, tanto na aquisicao como na extincao da tarefa de esquiva passiva. Nao houve diferenca significante entre os animais idosos tratados e nao tratados com GM1 quando submetidos a tarefa de habituacao em campo aberto. Os animais adultos tratados agudamente com escopolamina apresentaram um deficit na aquisicao da tarefa de esquiva passiva quando comparados aos animais do grupo controle. Os animais tratados prolongadamente com GM1 e agudamente com escopolamina apresentaram um desempenho significantemente melhor em relacao aos animais tratados prolongadamente com solucao salina e agudamente com escopolamina. Os animais adultos tratados agudamente com escopolamina apresentaram um deficit na tarefa de habituacao em campo aberto quando comparados aos animais do grupo controle. Nao houve diferenca significante entre os animais que receberam escopolamina tratados ou nao com GM1. Com base nesses resultados, podemos concluir que: O tratamento prolongado com GM1 atenua os deficits de memoria preexistentes em ratos idosos, aproximando o desempenho desses animais a aquele de ratos adultos normais na tarefa de esquiva passiva. O tratamento prolongado com GM1 atenua a amnesia induzida por escopolamina no modelo da esquiva passiva, indicando que alteracoes na transmissao colinergica possam estar envolvidas na acao do GM1 sobre a memoria pt
dc.format.extent 84 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Gangliosídeo G(M1) pt
dc.subject Memória pt
dc.subject Aprendizagem da Esquiva pt
dc.subject Habituação Psicofisiológica pt
dc.subject Sistema Nervoso Central pt
dc.title Efeitos do monossialogangliosídeo GM1 sobre a memória de ratos pt
dc.type Dissertação de mestrado
dc.identifier.file epm-015021.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account