Desenvolvimento e validação da escala EPM-ROM PEDIÁTRICA para a avaliação da amplitude de movimento articular em pacientes com artrite reumatoide juvenil.

Desenvolvimento e validação da escala EPM-ROM PEDIÁTRICA para a avaliação da amplitude de movimento articular em pacientes com artrite reumatoide juvenil.

Autor Len, Claudio Arnaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Ferraz, Marcos Bosi Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo Introdução: Varios instrumentos podem ser utilizados na avaliacao da capacidade funcional de pacientes com artrite reumatoide juvenil (ARJ); no entanto, nenhum e baseado na mensuracao da amplitude de movimento articular (ADM). O objetivo do nosso trabalho foi desenvolver e estudar as propriedades de medida de uma escala especifica para a avaliacao da ADM de pacientes com ARJ. MATERIAL E METODOS: Os 10 movimentos da escala EPM-ROM Pediatrica definitiva foram selecionados a partir de uma escala preliminar de 25 movimentos. A selecao foi baseada em dois criterios: 1) consenso de uma equipe multidisciplinar (composta de tres reumatologistas pediatricos, uma fisioterapeuta e uma terapeuta ocupacional), e 2) escolha dos movimentos que apresentaram notas mais altas em um estudo piloto envolvendo pacientes com ARJ. As notas de cada movimento variaram de zero (movimento completo) a tres (limitacao completa), e foram determinadas de acordo com a capacidade de realizar as atividades cotidianas. A reprodutibilidade intra-observadores (teste-reteste) foi avaliada pela aplicacao da escala pelo mesmo examinador em duas ocasioes diferentes, sempre no periodo da manha, com um intervalo que variou de 4 a 10 dias. A reprodutibilidade entre-observadores foi avaliada com a aplicacao da escala por dois examinadores independentes, no mesmo dia. A validade construtiva foi estudada atraves da correlacao entre as notas da escala e os valores obtidos em outros parametros clinicos. RESULTADOS: O instrumento foi aplicado em 34 pacientes com ARJ (11 com tipo de inicio sistemico, 11 poliarticular e 12 pauciarticular). A nota final (media) da escala foi 0,57, com variacao de 0 a 2,05. Os coeficientes de correlacao intra e inter-observadores foram 0,96 e 0,98, respectivamente. A correlacao entre as notas obtidas com aplicacao da escala e os valores dos outros parametros foi satisfatoria - questionario oChildhood Health Assessment Questionnaireo: r = 0,55 (p < 0,05), classificacao funcional do Colegio Americano de Reumatologia: r = 0,56 (p < 0,05) e numero de articulacoes acometidas: r = 0,65 (p < 0,05)/. CONCLUSAO: Nossos resultados demonstraram que a escala EPM-ROM Pediatrica e um instrumento util para a avaliacao da ADM em pacientes com ARJ. Suas propriedades de medida (reprodutibilidade e validade) foram comprovadas
Palavra-chave Artrite juvenil
Amplitude de movimento articular
Idioma Português
Data de publicação 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 80 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 80 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15318

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta