Tratamento da retinite por citomegalovírus com implante intra-ocular de ganciclovir de liberação prolongada em pacientes com síndrome de imunodeficiência adquirida(AIDS)

Show simple item record

dc.contributor.advisor Belfort, Rubens Junior [UNIFESP]
dc.contributor.author Muccioli, Cristina [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T22:59:17Z
dc.date.available 2015-12-06T22:59:17Z
dc.date.issued 1997
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1997. 155 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15297
dc.description.abstract O objetivo deste trabalho foi analisar em estudo prospectivo a eficacia e as complicacoes observadas com o implante intra-ocular de liberacao prolongada de ganciclovir no tratamento de retinite por citomegalovirus em pacientes com AIDS. Foram operados 39 olhos de 26 pacientes com AIDS (de acordo com os criterios do CDC) e retinite por citomegalovirus em atividade. Todos os pacientes foram submetidos a cirurgia ocular, ambulatorial, sob anestesia local e de duracao aproximada de 20 minutos, sempre utilizando a mesma tecnica cirurgica. O periodo medio de acompanhamento foi de 3.7 meses. Em 8 olhos, de 7(18%) pacientes esse periodo foi igual ou superior a 6 meses. O exame oftalmologico pre-operatorio mostrou que dos 39 olhos operados, 6 (15.4%) apresentavam envolvimento retiniano inferior a 10%, 18 (46.1%) entre 10 e 24%; 11 (28.2%) entre 25-49% e 4 (10.3%) superior a 50%. Doze (30.8%) olhos apresentavam lesao retiniana localizada na zona 1; 8 (20.5%) na zona 2; 4 (10.3%) na zona 3; 2 (5.1%) na zona 1 e 2; 6 (15.4%) na zona 2 e 3 e 7 (17.9%) na zona 1, 2 e 3. Dos 39 olhos operados, 13 (33.3%) olhos mantiveram a mesma visao entre o pre-operatorio e o ultimo exame; 13 (33.3%) olhos melhoraram a visao e 13 (33.3%) olhos pioraram a visao. Dos olhos que melhoraram a visao, 7 (18%) melhoraram 2 ou mais linhas da acuidade visual e 6 (15.4%) melhoraram 1 linha. Daqueles que pioraram a visao, 6 (15.4%) pioraram 1 linha e 7 pioraram 2 ou mais linhas da acuidade visual. Todos os pacientes apresentaram cicatrizacao da retinite por citomegalovirus, avaliado pela oftalmoscopia binocular indireta, a partir da terceira semana apos a colocacao do implante. Dos olhos operados, 15.4% desenvolveram descolamento de retina. Um paciente apresentou hemorragia vitrea transitoria tres semanas apos o implante e visao de 20/20 apos 2 meses. Nenhum paciente evoluiu com piora da inflamacao ou infeccao intra-ocular, hipotonia ocular, glaucoma ou outras complicacoes. O implante intra-ocular de ganciclovir de liberacao prolongada mostrou-se eficaz em controlar a progressao da retinite por CMV mesmo em pacientes previamente tratados sem sucesso, com drogas endovenosas (ganciclovir ou foscarnet). O implante intra-ocular de ganciclovir de liberacao prolongada mostrou-se eficaz em evitar a progressao da retinite por CMV por periodos de ate 8 meses. Nenhum paciente desenvolveu retinite por citomegalovirus no olho contra-lateral. Tres (11.2%) pacientes desenvolveram citomegalovirus extra-ocular e foram tratados com dose de manutencao de ganciclovir endovenoso em dose de 5 mg/Kg/dia 2 vezes por semana. O implante intra-ocular de ganciclovir de liberacao prolongada mostrou ser uma modalidade de tratamento local segura, sem efeitos colaterais locais ou sistemicos. O procedimento cirurgico para a colocacao do implante intra-ocular de ganciclovir de liberacao prolongada foi simples e nao associado a complicacoes intra, pre e pos-operatorias graves ou incontrolaveis. O implante intra-ocular de ganciclovir e uma modalidade terapeutica nova e provavelmente eficaz para o tratamento da retinite por citomegalovirus, proporcionando melhor qualidade de vida, evitando a iatrogenia e efeitos colaterais causados com drogas de uso sistemico e talvez levando ao controle mais efetivo da infeccao e com menos recidivas pt
dc.description.sponsorship Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
dc.description.sponsorship Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
dc.format.extent 155 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Retinite pt
dc.subject Citomegalovirus pt
dc.subject Síndrome de imunodeficiência adquirida pt
dc.subject Ganciclovir pt
dc.subject Implantes de medicamento pt
dc.title Tratamento da retinite por citomegalovírus com implante intra-ocular de ganciclovir de liberação prolongada em pacientes com síndrome de imunodeficiência adquirida(AIDS) pt
dc.type Tese de doutorado
dc.identifier.file epm-014933.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt
unifesp.graduateProgram Oftalmologia e ciências visuais - São Paulo



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account