Hipertensao arterial e motoristas profissionais regiao metropolitana de São Paulo

Hipertensao arterial e motoristas profissionais regiao metropolitana de São Paulo

Autor Shirassu, Mirian Matsura Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo do presente estudo foi verificar a existencia de associacao entre a ocupacao motorista profissional e hipertensao arterial sistemica (HAS). Estudou-se uma amostra aleatoria de 3810 trabalhadores, dos setores secundario e terciario da economia, do sexo masculino, com idades variando de 14 a 72 anos. Destes trabalhadores, contamos com 176 motoristas profissionais e 3634 nao motoristas. Hipertensao foi definida como media de tres leituras de pressao arterial maior ou igual a 90 mmHg ou tratamento atual. As variaveis incluidas na analise foram: ocupacao, idade, etnia, obesidade, escolaridade, horas de trabalho semanais e tempo de trabalho na empresa. O modelo de regressao logistica multivariada foi utilizado para a analise estatistica. O OR (odds ratio) bruto para a associacao em estudo foi 1,58 (1,09-2,28). Apos o ajuste pelas variaveis a serem controladas, nao foi observada associacao entre ocupacao motorista profissional e HAS. Os resultados sugerem que os fatores ocupacionais avaliados poderiam estar atuando sobre os niveis de pressao arterial diastolica atraves da obesidade e da escolaridade, nesta populacao
Palavra-chave Hipertensão
Doenças Profissionais
Idioma Português
Data de publicação 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 97 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 97 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15282

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta