Estudos imunoquímicos e moleculares de antígenos de superfície de formas amastigotas do Trypanosoma cruzi

Show simple item record

dc.contributor.advisor Mortara, Renato Arruda [UNIFESP]
dc.contributor.author Verbisck, Newton Valério [UNIFESP]
dc.date.accessioned 2015-12-06T22:59:08Z
dc.date.available 2015-12-06T22:59:08Z
dc.date.issued 1997
dc.identifier.citation São Paulo: [s.n.], 1997. 109 p.
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15177
dc.description.abstract As formas amastigotas do Trypanosoma cruzi foram estudadas sob os aspectos imunoquimicos e moleculares das suas principais moleculas de superficie. Diversos anticorpos monoclonais e soros capazes de reagir com essas moleculas foram utilizados na caracterizacao dos antigenos de superficie, notadamente Ssp-4, a glicoproteina majoritaria desse estagio do parasita. A padronizacao de um ensaio imunoenzimatico (ELISA) de amastigotas permitiu a quantificacao e a diferenciacao da expressao de antigenos de superficie em diferentes cepas e clones do T. cruzi de maneira precisa e equivalente a observada com outras metodologias. Alem disso, atraves de ELISA de competicao mostrou-se que os monossacarideos fucose e galactose inibem especificamente a reatividade dos anticorpos monoclonais 2C2 e 4B9. O estudo da identidade de Ssp-4 com outros antigenos de superficie de amastigotas do T. cruzi nao identificou moleculas que apresentassem semelhancas fortes o suficiente para viabilizar o uso de anticorpos ou sondas especificas como reagentes que permitissem a clonagem genica de Ssp-4, nem tampouco foi possivel sequenciar regioes peptidicas internas de Ssp-4 purificada de modo a construir oligonucleotideos degenerados utilizaveis como sondas para a triagem de bancos de cDNAs de amastigotas. Embora a clonagem do(s) gene(s) codificador (ES) de Ssp-4 nao tenha sido alcancada, foi possivel isolar clones recombinantes de um banco de cDNAs de amastigotas do clone Sylvio X-10/4, apos triagem com a sonda de Tt34c1, que codifica uma glicoproteina de superficie de 85 kDa de tripomastigotas. Esses clones recombinantes foram denominados sx12, sx23, sx38 e sx42 e apresentam insertos que variam de 1,5 a 2,0 kb de tamanho. A analise de æsouthern-blotÆ de DNA genomico do Sylvio X-10/4 digerido com EcoRI/XhoI, utilizando os quatro diferentes clones de cDNA e Tt34c1 como sondas, indicou que esses clones provavelmente constituem uma familia genica. Alem disso, os clones sx foram mapeados em muitas bandas cromossomais do T. cruzi separadas por æPulsed Field Gel ElectrophoresisÆ. A analise de ænorthern-blotÆdo RNA total de tripomastigotas, amastigotas e epimastigotas do Sylvio X-10/4 revelou que o clone sx23 reconhece fortemente em tripomastigotas uma banda de ~5,5 kb, mas fracamente em amastigotas, assim como Tt34c1. Ao mesmo tempo, o clone sx23 hibridou com MTS-gp82 (clone J18) e MTS-gp90 (clone T7) em experimentos de ædot-blotÆ. Esses resultados sugerem que o clone sx23 (inserto de 2,0 kb) pode ser um novo membro da superfamilia das sialidases/gp85 que e expresso em tripomastigotas e amastigotas. Por outro lado, os clones sx12, sx38 e sx42 reconheceram duas bandas fracas de ~2,3 kb e ~8,0 kb somente em amastigotas, sugerindo que esses clones podem pertencer a uma nova familia cujos membros sao especificamente expressos em amastigotas. Nenhum dos nossos clones sx hibridou com o clone TcA7 de amastina em experimento de ædot-blotÆ. As estapas seguintes consistirao no sequenciamento e completa caracterizacao dos clones sx, tentando identificar os possiveis antigenos codificados pelos clones amastigota-especificos pt
dc.format.extent 109 p.
dc.language.iso por
dc.publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
dc.rights Acesso restrito
dc.subject Antígenos de superfície pt
dc.subject Ensaio de imunoadsorção enzimática pt
dc.subject DNA complementar pt
dc.subject Trypanosoma cruzi pt
dc.subject Antigens, surface en
dc.subject Enzyme-linked immunosorbent assay en
dc.subject DNA, complementary en
dc.subject Trypanosoma cruzi en
dc.title Estudos imunoquímicos e moleculares de antígenos de superfície de formas amastigotas do Trypanosoma cruzi pt
dc.type Dissertação de mestrado
dc.identifier.file epm-014804.pdf
dc.description.source BV UNIFESP: Teses e dissertações
unifesp.campus São Paulo, Escola Paulista de Medicina (EPM) pt



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account