Analise morfologica, morfometrica, ultra-estrutural e bioquimica da medula ossea de camundongos irradiados na presenca e na ausencia do radioprotetor WR-2721

Analise morfologica, morfometrica, ultra-estrutural e bioquimica da medula ossea de camundongos irradiados na presenca e na ausencia do radioprotetor WR-2721

Autor Villar, Rosangela Correa Autor UNIFESP Google Scholar
Resumo O objetivo deste trabalho foi estudar in vivo, por analise morfologica, morfometrica (contagem do numero de celulas em apoptose e mitose), ultra-estrutural e bioquimica (eletroforese de DNA em gel de agarose) a radioprotecao da medula ossea de camundongos C57BL pelo WR-2721. Foram utilizados 88 camundongos C57BL, randomizados em 2 grupos. O grupo I (GI) animais nao irradiados, com 36 camundongos foi subdividido em 2 subgrupos de 18 animais cada. Os do subgrupo GI-a receberam 0,5 mL de SF 0,9%, IP e os do GI-b receberam WR-2721 na dose de 400 mg/kg, IP, diluido em 0,5 mL de agua bidestilada. O grupo II (GII) animais irradiados, com 52 camundongos, foi subdividido em GII-a (animais que receberam 0,5 mL de SF 0,9%, IP, 30 minutos antes da irradiacao) e GII-b (aqueles que receberam WR-2721 na dose de 400 mg/kg, IP, diluido em 0,5 mL de agua bidestilada, 30 minutos antes da irradiacao). Os animais do grupo II (GII) foram submetidos a irradiacao gama proveniente de aparelho de telecobaltoterapia, contendo fonte de 60Co com rendimento 1,35 Gy/minuto na dose unica de 7 Gy em corpo inteiro. Os animais dos grupos I e II foram sacrificados nos periodos de 4, 12, 24 horas e 10 dias depois da injecao (GI) ou da irradiacao (GII). Para analise bioquimica, os camundongos foram sacrificados somente no periodo de 4 horas depois da injecao (GI) ou da irradiacao (GII). Foi retirada a medula ossea femural de cada animal. Observou-se que as medulas dos animais irradiados na presenca de WR-2721 apresentaram: 1-) aspecto morfologico e ultra-estrutural melhor preservado na fase de injuria (4,12 e 24 horas) e recuperacao mais precoce e eficiente no periodo de 10 dias, evidenciado pela melhor reestruturacao e boa representacao das linhagens celulares habituais em diferentes estagios de maturacao; 2-) reducao significante da apoptose no periodo de 4 e 12 horas depois da irradiacao e fragmentacao do DNA, oem escadao, menos intensa no periodo de 4 horas depois da irradiacao, sugerindo que o WR-2721 exerce protecao tambem sobre este tipo de injuria; 3-) numero de mitoses significantemente menor aos 10 dias, indicando recuperacao mais precoce e eficaz neste subgrupo, talvez decorrente da protecao das ostem cellso medulares. A quantificacao do numero de apoptoses (injuria) e o de mitoses (recuperacao) revelaram-se bons parametros para estimar a radioprotecao medular pelo WR-2721. O WR-2721 mostrou-se um eficiente radioprotetor reduzindo a injuria medular e permitindo recuperacao mais rapida e eficiente
Palavra-chave Medula Óssea
Radiação Ionizante
Protetores contra Radiação
Apoptose
Mitose
Idioma Português
Data de publicação 1997
Publicado em São Paulo: [s.n.], 1997. 128 p.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 128 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/15176

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta