Efeitos dos Fitoestrogênios sobre Alguns Parâmetros Clínicos e Laboratoriais no Climatério

Efeitos dos Fitoestrogênios sobre Alguns Parâmetros Clínicos e Laboratoriais no Climatério

Título alternativo Phytoestrogen Effects on Some Clinical and Laboratory Parameters in Climacterium
Autor Han, Kyung Koo Autor UNIFESP Google Scholar
Soares Júnior, José Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Haidar, Mauro Abi Autor UNIFESP Google Scholar
Girão, Manoel João Batista Castello Autor UNIFESP Google Scholar
Nunes, Marcia Gaspar Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, Geraldo Rodrigues de Autor UNIFESP Google Scholar
Baracat, Edmund Chada Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: to evaluate the estrogenic effects of soy phytoestrogens in postmenopausal patients. Method: we selected postmenopausal patients from the Climacteric Service of the Gynecology Department of the Federal University of São Paulo - Escola Paulista de Medicina. The patients were divided into two groups: GI (n=40) received daily 100 mg isoflavone (3 x 33.3 mg/day); and GCtr (n=40) received daily placebo. We included in this study the Kuppermann menopausal index, physical examination and the biochemical determination of total and fractions of cholesterol, triglycerides, estradiol, FSH e LH. We also performed sonographic examination to measure endometrial thickness. To compare baseline and after treatment values of both groups, the nonparametric Kruskal-Wallis test was used for the Kuppermann index, while the t test was performed for other data. Results: evaluation of the Kupperman Menopausal Index, 80% patients of GI showed a decrease in the total score, while the improvement of symptoms in GCtr was 12,5%. The analysis of total cholesterol levels showed that 35 patients of GI had levels above 200 mg/dL, and only 13 of GCtr presented similar levels. The body mass index reduction occurred in GI and the control group showed no changes. We also verified that echo endometrial thickness and FSH levels were similar to baseline values. However the values of estrogen increased after isoflavone treatment. Conclusion: we concluded that 100 mg/day isoflavone may be an alternative treatment for attenuating the climacteric symptoms in 80% of isoflavone users and that it reduced total cholesterol.

Objetivo: avaliar os efeitos estrogênicos de fitoestrogênios da soja em pacientes na pós-menopausa. Métodos: foram avaliadas pacientes na pós-menopausa pré-selecionadas no Setor de Climatério do Departamento de Ginecologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)- Escola Paulista de Medicina. As pacientes foram divididas em dois grupos de 40 cada: GI (isoflavona) - recebeu 100 mg de isoflavona por dia, em cápsulas (divididas em 3 tomadas); e GCrt - recebeu placebo (controle). Na inclusão do trabalho, foram avaliadas por meio do índice de Kupperman, exame físico e submetidas a dosagens bioquímicas de colesterol total e frações, triglicérides, estradiol, FSH e LH, além de avaliação ultra-sonográfica do eco endometrial. Para comparar os dois grupos antes e após o tratamento, utilizou-se o teste não paramétrico de Kruskal-Wallis para o índice de Kupperman, ao passo que os dados foram analisados pelo teste t para duas amostras independentes. Resultados: no que se refere aos sintomas avaliados pelo índice de Kupperman, 80 % das pacientes do GI (isoflavona) melhoraram, ao passo que no GCtr (controle) a melhora foi de apenas 12,5%. Com relação aos níveis de colesterol total plasmático, das 35 pacientes do GI que apresentaram níveis superiores a 200 mg/dL, ao passo que a queda registrada no GCtr foi em apenas 13 pacientes. Com relação ao índice de massa corpórea, houve redução no grupo GI (isoflavona), mantendo-se estável no GCtr (controle). Notamos também que a espessura endometrial e os níveis sérios de FSH não apresentaram variações significativas. Houve elevação dos valores de estrogênio após o tratamento com isoflavona. Conclusão: concluímos que a isoflavona, na dose de 100 mg/dia, pode ser utilizada como alternativa para atenuar os sintomas climatéricos. Comprovamos que houve redução dos níveis de colesterol total plasmático.
Palavra-chave Phytoestrogen
Menopause
Climacterium
Kupperman index
Fitoestrogênio
Climatério
Menopausa
Índice de Kupperman
Idioma Português
Data de publicação 2002-09-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 24, n. 8, p. 547-552, 2002.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Publicador Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 547-552
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032002000800008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72032002000800008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1517

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-72032002000800008.pdf
Tamanho: 216.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta