Ergoespirometria em atletas paraolímpicos brasileiros

Ergoespirometria em atletas paraolímpicos brasileiros

Título alternativo Ergometric evaluation in Brazilian paralympic athletes
Autor Silva, Antonio Carlos da Autor UNIFESP Google Scholar
Torres, Fernando Carmelo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The purpose of the present article is to discuss the use of incremental exercise test as an important method of functional evaluation of disabled individuals, based on the presentation of the results of the Brazilian athletes that participated in the Sydney Paralympic Games. In addition to the presentation of the analyzed parameters (maximal oxygen uptake - VO2max - and ventilatory anaerobic threshold) for athletes from various sports and types of disability, the physiological basis and methodology used are described. Certain characteristics pertaining to disabled athletes, such as specificity, safeguards, understanding and motivation are explained in the text. Finally, the publication of data regarding this specific group will help the implementation of more effective actions, not only in competitive sports, but also for the rehabilitation of the great contingent of persons with physical and/or mental disabilities in Brazil.

A partir dos testes de aptidão física realizados em atletas paraolímpicos brasileiros, na preparação para as Paraolimpíadas de Sidney 2000, este artigo objetiva discorrer sobre a utilização da Ergoespirometria como um importante método de avaliação funcional, cujas aplicações podem beneficiar desde portadores de patologias até os atletas de alto nível, incluindo-se os portadores de deficiências físicas ou mentais. São mostrados os resultados dos principais parâmetros analisados (consumo máximo de oxigênio - VO2max - e limiares anaeróbios ventilatórios) nestas avaliações com atletas paraolímpicos, de diversas modalidades e com diferentes tipos de deficiências, além de suas bases fisiológicas gerais, a metodologia e protocolos empregados. Salientam-se também certas características especiais que estes testes apresentam, principalmente em portadores de deficiências, como especificidade, cuidados de segurança, processos de motivação e entendimento. Finalmente, a pouca disponibilidade de trabalhos deste tipo publicados na literatura, especialmente com portadores de deficiências brasileiros, torna necessária a divulgação de estudos nesta linha de pesquisa. Estes trabalhos certamente poderão auxiliar para um melhor conhecimento sobre este grande contingente de portadores de deficiências que temos no Brasil e no mundo, colaborando para a implementação de diretrizes e ações mais efetivas voltadas especificamente para estes indivíduos, não apenas no âmbito competitivo, mas para qualquer pessoa portadora de necessidades especiais.
Palavra-chave Ergometry
Oxygen uptake
Anaerobic threshold.
Disability
Athlete
Ergoespirometria
Consumo máximo de oxigênio
Limiar anaeróbio
Atleta paraolímpico
Atleta portador de deficiência
Idioma Português
Data de publicação 2002-06-01
Publicado em Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, v. 8, n. 3, p. 107-116, 2002.
ISSN 1517-8692 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Extensão 107-116
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922002000300008
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1517-86922002000300008 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1462

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1517-86922002000300008.pdf
Tamanho: 83.63KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta