Late-onset persistent retinal microvascular changes after bone marrow transplantation: 3-year follow-up

Late-onset persistent retinal microvascular changes after bone marrow transplantation: 3-year follow-up

Título alternativo Alterações microvasculares retinianas de aparecimento tardio e persistente após transplante de medula: seguimento de 3 anos
Autor Muccioli, Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Belfort, Rubens Junior Autor UNIFESP Google Scholar
Jorge, Rodrigo Google Scholar
Farah, Michel Eid Autor UNIFESP Google Scholar
Pereira, Mauricio B. Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Universidade de São Paulo (USP)
Universidade Federal do Rio de Janeiro Faculdade de Medicina Setor de Retina
Resumo Purpose: To describe a case of persistent retinopathy after bone marrow transplantation in the absence of radiation therapy. Methods: Case Report. Results: A 42 year-old man developed bilateral visual loss 15 months after receiving a bone marrow transplant for acute leukemia. The patient was treated with a high dose of cyclosporin A and oral corticosteroids. No radiation therapy was given. Late-onset, multiple, bilateral cotton-wool spots developed 15 months after the bone marrow transplantation and still persist. After three years other cotton-wool spots arose in the absence of any immunosuppressive therapy. Conclusions: Bone marrow transplantation microvasculopathy of the retina may be related to certain combinations of chemotherapy drugs or immunosuppression itself and may persist in the absence of these immunosuppressive drugs.

Objetivo: Descrever um caso de retinopatia persistente em transplante de medula na ausência de radioterapia prévia. Métodos: Relato de caso. Resultados: Paciente de 42 anos, sexo masculino, que apresentava diminuição bilateral da acuidade visual 15 meses após ser submetido a transplante de medula para tratamento de leucemia aguda. O paciente foi tratado com alta dose de ciclosporina A e corticosteróide oral. Nenhum tratamento adicional de radioterapia foi utilizado. Quinze meses após o transplante de medula o paciente apresentava exsudatos algodonosos múltiplos em ambos os olhos que persistem (3 anos após o transplante). Conclusão: Os exsudatos algodonosos podem ocorrer em pacientes submetidos a tratamento com combinações de quimioterapia ou imunossupressores e podem persistir na ausência de tratamento imunossupressor.
Assunto Bone marrow transplantation
Adrenal cortex hormones
Cyclosporins
Retinal diseases
Drug combinations
Case report
Follow-up
Transplante de medula óssea
Corticosteróides
Ciclosporinas
Doenças retinianas
Combinação de medicamentos
Relato de caso
Seguimentos
Idioma Inglês
Data 2002-06-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 65, n. 3, p. 367-368, 2002.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Editor Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 367-368
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492002000300017
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492002000300017 (estatísticas na SciELO)
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1451

Mostrar registro completo




Arquivos deste item

Nome: S0004-27492002000300017.pdf
Tamanho: 673.5Kb
Formato: PDF
Descrição:
Visualizar/Abrir

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)