Alterações da microbiota conjuntival e palpebral após uso tópico de lomefloxacina e tobramicina na cirurgia de catarata e cirurgia refrativa

Alterações da microbiota conjuntival e palpebral após uso tópico de lomefloxacina e tobramicina na cirurgia de catarata e cirurgia refrativa

Título alternativo Changes in conjunctival and lid flora after topical use of lomefloxacin and tobramycin in cataract and refractive surgery
Autor Hofling-Lima, Ana Luisa Autor UNIFESP Google Scholar
Farah, Michel Eid Autor UNIFESP Google Scholar
Montenegro, Luciano Autor UNIFESP Google Scholar
Alvarenga, Lênio Souza Google Scholar
Chalita, Maria Regina Catai Google Scholar
You, Maria Cecília Zorat Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: To determine the changes in the conjunctival and palpebral flora after topical use of 0.3% lomefloxacin and 0.3% tobramycin eye drops in the preoperative management of patients submitted to cataract and refractive surgery and to assess the chemosensitivity of bacterial isolates from the conjunctiva and eyelid to these antibiotics. Methods: A prospective study of the conjunctival and palpebral flora of patients submitted to cataract or to refractive (PRK or LASIK) surgery was performed. An analysis of the conjunctival and palpebral flora was carried out in patients before surgery without prophylaxis, after surgery during the use of prophylaxis (0.3% lomefloxacin or 0.3% tobramycin qid) and after discontinuation of the antibiotic. Results: Tobramycin and lomefloxacin reduced the number of positive cultures in specimens from the conjunctiva and eyelid of individuals submitted to cataract and refractive surgery. In both groups, isolated microorganisms displayed a greater resistance to tobramycin. In the group submitted to cataract surgery, patients treated with prophylactic tobramycin showed a slower recovery of the flora after discontinuation of the antibiotic than those treated with lomefloxacin, with the opposite occurring in the group submitted to refractive surgery. Conclusion: Both lomefloxacin and tobramycin were effective in reducing conjunctival and palpebral flora during drug administration. This reduction was more marked in the conjunctiva. Among the various bacterial isolates, there was a greater resistance to tobramycin than to lomefloxacin. The use of antibiotics reduced the incidence of positive cultures more for the conjunctiva than the eyelids.

Objetivo: Avaliar as alterações da microbiota conjuntival e palpebral após o uso tópico de colírios de lomefloxacina ou tobramicina a 0,3% no preparo de pacientes a serem submetidos à cirurgia de catarata e cirurgia refrativa e avaliar a sensibilidade das bactérias isoladas da conjuntiva e pálpebra a estes antibióticos. Métodos: Realizou-se um estudo prospectivo de análise da microbiota conjuntival e palpebral de pacientes submetidos à cirurgia de catarata e cirurgia refrativa (PRK ou LASIK). O estudo da microbiota conjuntival e palpebral foi realizado antes das cirurgias, sem uso de agentes para profilaxia, no período pós-operatório durante o uso de profilaxia, e após a suspensão dos antibióticos. Resultados: O uso tópico de tobramicina e lomefloxacina reduziu o número de colheitas positivas na conjuntiva e pálpebra nos indivíduos submetidos à cirurgia de catarata e cirurgia refrativa. Em ambos os grupos de pacientes ocorreu maior resistência dos microrganismos à tobramicina. No grupo submetido à cirurgia de catarata, pacientes tratados profilaticamente com tobramicina tiveram uma recuperação da microbiota mais lenta após a suspensão do antibiótico do que com a lomefloxacina, ocorrendo o oposto no grupo submetido à cirurgia refrativa. Conclusão: Tanto a lomefloxacina quanto a tobramicina foram eficazes em diminuir o número de culturas positivas da conjuntiva e da pálpebra enquanto estavam sendo administrados, sendo esta diminuição mais acentuada na conjuntiva. Houve maior resistência à tobramicina na maioria das colheitas realizadas. A lomefloxacina apresentou número menor de bactérias resistentes do que a tobramicina durante o uso da antibioticoterapia tópica profilática. O uso de antibiótico reduziu o número de amostras positivas.
Palavra-chave Bacterial eye infections
Microbial sensitivity tests
Microbial drug resistance
Postoperative complications
Ophthalmic solutions
Quinolones
Tobramycin
Comparative study
Prospective studies
Infecções oculares bacterianas
Complicações pós-operatórias
Testes de sensibilidade microbiana
Resistência microbiana a drogas
Soluções oftálmicas
Quinolonas
Tobramicina
Estudo comparativo
Estudos prospectivos
Idioma Português
Data de publicação 2002-01-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 65, n. 1, p. 21-29, 2002.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 21-29
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492002000100005
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492002000100005 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1321

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492002000100005.pdf
Tamanho: 123.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta