Avaliação do estado nutricional de idosos a partir da utilização da medida do comprimento da perna knee height como método preditor da estatura

Avaliação do estado nutricional de idosos a partir da utilização da medida do comprimento da perna knee height como método preditor da estatura

Author Najas, Myrian Spinola Autor UNIFESP Google Scholar
Advisor Ramos, Luiz Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Graduate program Medicina
Abstract Com o de comparar as prevalências de eutrofia, obesidade e desnutrição, utilizando duas formas de cálculo do IMC, sendo uma com base na estatura aferida em antrop6metro e a outra com a estatura predita a partir da medida do comprimento da perna, estudaram-se 696 idosos residentes na área de abrangência do Centro de Estudos do Envelhecimento, pertencente a UNEFESP. Na determinação das equações estatísticas, que pudessem predizer a estatura a partir do comprimento da perna, empregaram-se os dados de uma amostra de 224 adultos jovens com idade variando entre 20 - 29 anos, usuários da rede básica de saúde e alunos da UNIFESP e, aplicou-se a técnica de análise de regressão, controlando-se o sexo, a cor, e o nível de escolaridade. Na caracterização do estado nutricional, fez-se uso do índice de massa corpórea (IMC), com os pontos de corte recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), em 1990, e com a classifição de obesidade recomendada por Garrow e Webster em 1985. Os resultados demonstraram uma alta correlação entre a estatura aferida em antrop6metro e a calculada pelo comprimento da perna na amostra de adultos jovens. Quanto aos idosos, constatou-se que, independentemente do sexo, as médias de estatura preditas foram sempre superiores àquelas aferidas em antrop6metro e, conseqüentemente, o IMC calculado corn as referidas estaturas revelou-se com médias inferiores em todas as faixas etárias. As diferenças, tanto de estatura quanto de IMC, foram estatisticamente significantes. Desta forma, conclui-se que, quando se corrige a estatura da população idosa, não s6 ocorre um aumento nas prevalências de desnutrição e eutrofia, mas ainda uma redução na obesidade de graus I e II, sendo mais acentuada no grau II.
Keywords Idoso
Avaliação Nutricional
Antropometria
Language Portuguese
Date 1995
Published in São Paulo: [s.n.], 1995. 110 f.
Publisher Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extent 110 f.
Access rights Open access Open Access
Type Dissertation
URI http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/13029

Show full item record




File

Name: tese-2193.pdf
Size: 7.829Mb
Format: PDF
Description:
Open file

This item appears in the following Collection(s)

Search


Browse

Statistics

My Account