Ação da Betametasona em Ratas Prenhes: Impacto sobre os Níveis de Corticosterona e Glândulas Adrenais Maternas e Fetais

Ação da Betametasona em Ratas Prenhes: Impacto sobre os Níveis de Corticosterona e Glândulas Adrenais Maternas e Fetais

Título alternativo Effect of Betamethasone on Pregnant Rats: Impact on Corticosterone Level and Maternal and Fetal Adrenal Glands
Autor Souza, Eduardo de Autor UNIFESP Google Scholar
Kobayashi, Sérgio Google Scholar
Simões, Manuel de Jesus Autor UNIFESP Google Scholar
Camano, Luiz Google Scholar
Kulay Júnior, Luiz Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: the repetitive use of antenatal corticosteroid therapy for acceleration of fetal lung maturation has been common in cases at risk of preterm delivery. We studied the corticosterone levels at term and the morphologic aspects in the maternal and fetal adrenal glands submitted to the effect of betamethasone in the second half of rat pregnancy in order to verify its consequences. Methods: thirty female pregnant rats were divided into three groups of ten animals each. Group I received betamethasone on the 11th, 12th, 18th and 19th day of pregnancy. Group II received distilled water on the same days (control group). Group III did not receive any drug (stress control group). All rats were sacrificed on the 20th day of pregnancy when plasma corticosterone levels of dams were assessed and the maternal and fetal adrenal glands were studied by light microscopy. Results: plasma corticosterone level of dams was lower in the group treated with betamethasone (4.8 mg/dL) when compared with the control groups (17.7 and 26.8 mg/dL). The light microscopy study revealed cytoplasmatic vacuolation in the fasciculate zone in the maternal and fetal adrenal glands, which indicates adrenal suppression. Conclusions: the antenatal repetitive and prolonged use of corticosteroids in pregnant rats for acceleration of lung fetal maturation causes maternal and fetal adrenal suppression.

Objetivo: a utilização repetitiva do corticóide antenatal objetivando acelerar a maturidade pulmonar fetal tem sido muito empregada no risco de parto prematuro, o que nos motivou a estudar a dosagem de corticosterona no termo e aspectos morfológicos das glândulas adrenais maternas e fetais de ratas albinas submetidas à ação da betametasona na segunda metade da prenhez, para verificar conseqüências dessa terapêutica. Métodos: utilizamos 30 ratas prenhes, distribuídas em 3 grupos numericamente iguais. As do Grupo I receberam betametasona nos dias 11, 12, 18 e 19 da prenhez. As do Grupo II receberam água destilada nesses dias (grupo controle), e as do Grupo III não receberam qualquer medicamento, constituindo grupo controle de estresse. Foram todas sacrificadas no 20º dia de prenhez, quando dosamos a corticosterona no sangue das matrizes e extirpamos as glândulas adrenais maternas e fetais para exame de microscopia óptica. Resultados: a dosagem de corticosterona plasmática foi significantemente menor no grupo tratado com betametasona (4,8 mg/dL), quando comparada aos grupos controles (17,7 e 26,8 mg/dL). À microscopia óptica observou-se intensa vacuolização citoplasmática na zona fasciculada das adrenais maternas e fetais no grupo que utilizou a betametasona, indicando intensa supressão adrenal secundária ao uso do medicamento. Conclusões: o uso repetitivo e prolongado de corticóides, em ratas prenhes, para acelerar a maturidade pulmonar fetal determina supressão adrenal materna e fetal.
Palavra-chave Betamethasone
Corticosterone
Adrenal suppression
Betametasona
Corticosterona
Supressão adrenal
Idioma Português
Data de publicação 2001-12-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 23, n. 10, p. 667-673, 2001.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Publicador Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 667-673
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032001001000009
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72032001001000009 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1302

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-72032001001000009.pdf
Tamanho: 261.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta