Diffuse and enteroaggregative patterns of adherence of Escherichia coli isolated from stools of children in northeastern Brazil

Diffuse and enteroaggregative patterns of adherence of Escherichia coli isolated from stools of children in northeastern Brazil

Título alternativo Isolamento dos padrões de adesão difusa e agregativa de Escherichia coli nas fezes de crianças da região nordeste do Brasil
Autor Scaletsky, Isabel Cristina Affonso Autor UNIFESP Google Scholar
Fabbricotti, Sandra Hilde Autor UNIFESP Google Scholar
Carvalho, Rozane de Lima Bigelli Autor UNIFESP Google Scholar
Nunes, Claudia Regina Google Scholar
Maranhão, Helcio de Sousa Google Scholar
Morais, Mauro Batista de Autor UNIFESP Google Scholar
Riley, Lee Google Scholar
Fagundes-Neto, Ulysses Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Hospital Universitário Materno-Infantil
Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Pediatria
School of Public Health
Resumo Childhood diarrheal diseases remain highly endemic in northeastern Brazil. The attributable fraction of all diarrheal diseases among children less than 2 years of age due to Escherichia coli was examined in a 2-year prospective study in two large urban centers of Brazil. Between May 1997 and June 1999, fecal E. coli isolates from 237 children with diarrhea (217 acute and 20 persistent cases) and 231 children without diarrhea (controls) attending two hospitals in Northeast Brazil were tested for their pattern of adherence to HEp-2 cells and for colony hybridization with DNA probes specific for the six pathotypes of diarrheagenic E. coli. Enteroinvasive E. coli, enterotoxigenic E. coli and enterohemorrhagic E. coli were not isolated from any children. Diffusely adherent E. coli (DAEC) and enteroaggregative E. coli (EAEC) were the most frequent isolates with similar frequencies from children with or without diarrhea. Atypical EPEC (EAF-negative) strains were isolated with similiar frequency from both cases (5.5%) and controls (5.6%). Enteropathogenic E. coli (typical EPEC) strains, characterized by localized adherence pattern of adherence, hybridization with the EAF probe, and belonging to the classical O serogroups, were significantly associated with diarrhea (P = 0.03). These E. coli strains associated with diarrhea accounted for 9% of all children with diarrhea. Collectively, in Northeast Brazil, E. coli strains comprise a small proportion of severe diarrhea prevalence in children.

Na região nordeste do Brasil a doença diarréica na infância continua sendo altamente endêmica. Com o objetivo de determinar a prevalência das diferentes categorias de E. coli diarreiogênica foi realizado um estudo prospectivo de dois anos em dois grandes centros urbanos dessa região. Entre maio de 1997 a junho de 1999, foram examinadas amostras de Escherichia coli isoladas de 237 fezes de crianças com diarréia (217 aguda e 20 persistente casos) e 231 de crianças sem diarréia (controles) atendidas em dois hospitais na região nordeste do Brasil quanto a adesão a células HEp-2 e hibridização com sondas genéticas especîficas para as seis categorias de E. coli diarreiogênica. E. coli que adere difusamente (DAEC) e E. coli enteroagregativa (EAEC) foram as categorias mais frequentemente isoladas tanto em casos como em controles. E. coli enteropatogênica atípica (EPEC) foi isolada tanto em casos (5.5%) como em controles (5.6%). Amostras de E. coli enteropatogênica (EPEC típica), caracterizadas pelo padrão de adesão localizada, hibridização positiva com a sonda EAF e pertencentes aos sorogrupos clássicos foram mais frequentes em casos do que em controles, significantemente relacionadas com diarréia (P = 0.03). Essas amostras constituíram o terceiro patógeno, depois de rotavirus e Shigella spp, com predomínio significantemente maior entre os casos. Concluindo, na região nordeste do Brasil as EPEC respondem por 9% dos casos de diarréia grave em crianças menores de dois anos.
Palavra-chave Escherichia coli
diffusely adherent E. coli
enteroaggregative E. coli
adherence patterns
childhood diarrhea
Escherichia coli
E. coli que adere difusamente
E. coli enteroagregativa
padrões de adesão
diarréia infantil
Idioma Inglês
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
Data de publicação 2001-12-01
Publicado em Brazilian Journal of Microbiology. Sociedade Brasileira de Microbiologia, v. 32, n. 4, p. 313-319, 2001.
ISSN 1517-8382 (Sherpa/Romeo, fator de impacto)
Publicador Sociedade Brasileira de Microbiologia
Extensão 313-319
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1517-83822001000400012
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
Web of Science WOS:000176404800012
SciELO S1517-83822001000400012 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1298

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1517-83822001000400012.pdf
Tamanho: 78.16KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta