Alterações corneanas pós-tracoma não associadas a entrópio ou triquíase

Alterações corneanas pós-tracoma não associadas a entrópio ou triquíase

Título alternativo Corneal findings not related to entropion or trichiasis after trachoma
Autor Chaves, Alessandra Pinheiro Autor UNIFESP Google Scholar
Gomes, José Álvaro Pereira Autor UNIFESP Google Scholar
Freitas, Denise de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: To describe corneal findings not related to eyelid involvement after trachoma. Methods: Complete ocular evaluation was performed in 7 patients from the Cornea and External Diseases Clinics of the Escola Paulista de Medicina -Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). The selected patients had a previous diagnosis of trachoma with no eyelid deformities, previous entropion repair or trichiasis, but presented corneal opacities. Results: The most common findings were bilateral corneal opacities in 100% of the cases, corneal thinning in 85.7% of the cases, bilateral superior pannus in 71.4% of the cases and bilateral superior tarsal conjunctiva fibrosis in 85.7% of the cases. Conclusion: Corneal findings after trachoma may be present different clinical aspects, including opacities, thinning, infectious keratitis, vascularization, ectasy, sensibility decrease and xerosis. If entropion and trichiasis are absent, these findings may result from trachomatous inflamation, interstitial keratitis or forms of treatment performed in the past. Nevertheless their pathophysiology is still controversial.

Objetivo: Descrever alterações corneanas pós-tracoma não associadas a deformidades palpebrais. Métodos: Foi realizada avaliação oftalmológica completa em 7 pacientes do ambulatório de Córnea e Doenças Externas da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Para o nosso estudo selecionamos pacientes com diagnóstico prévio de tracoma sem deformidades palpebrais, história pregressa de correção de entrópio ou epilação, mas com opacidades corneanas. Resultados: Dentre os achados oftalmológicos observados neste estudo destacaram-se: opacidade corneana bilateral em 100% dos casos, afinamento corneano em 85,7% dos casos, pannus superior bilateral em 71,4% dos casos e fibrose da conjuntiva tarsal superior bilateral em 85,7% dos casos. Conclusão: As alterações corneanas pós-tracomatosas podem-se manifestar sob diversas formas clínicas, incluindo opacidades, afinamentos, ceratites secundárias a infecção, vas-cularização, ectasias, alteração da sensibilidade e xerose. Na ausência de entrópio ou triquíase, estas alterações podem resultar de inflamação tracomatosa, ceratite intersticial ou formas de tratamento utilizadas no passado, no entanto a sua fisiopatologia ainda é controversa.
Palavra-chave Corneal opacity
Trachoma
Entropion
Opacidade de córnea
Tracoma
Entrópio
Idioma Português
Data de publicação 2001-08-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 64, n. 4, p. 291-295, 2001.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 291-295
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492001000400004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492001000400004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1210

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492001000400004.pdf
Tamanho: 531.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta