Resultado da cirurgia com alça de alta freqüência e localização colposcópica da área com atipia ectocervical

Resultado da cirurgia com alça de alta freqüência e localização colposcópica da área com atipia ectocervical

Título alternativo Loop electrosurgical excision procedure and colposcopic localization of the atypical cervical epithelium
Autor Cardoso, Maria Silvana Autor UNIFESP Google Scholar
Ribalta, Julisa Chamorro Lascasas Autor UNIFESP Google Scholar
Taha, Nabiha Saadi Abrahão Autor UNIFESP Google Scholar
Focchi, José Autor UNIFESP Google Scholar
Baracat, Edmund Chada Autor UNIFESP Google Scholar
Lima, Geraldo Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: to evaluate the histopathologic results of cone specimens of patients undergoing loop electrosurgical excision procedure (LEEP) and their relationship with the localization of the lesion. Methods: in a retrospective study, 134 clinical reports of patients with abnormal findings of cervical cytology and/or biopsy undergoing LEEP were reviewed. The colposcopic findings were divided into three groups according to the localization of the lesion. Group I (n = 36): patients with ectocervical lesions and fully visible squamocolumnar junction; Group II (n = 50): patients with lesions at the ectocervix and endocervix, and Group III (n = 48): patients with unsatisfactory colposcopy. Results: the mean age in Group I was 33 years and there were 8.3% positive margins. In Group II the mean age was 39 years, with 36% positive margins. Group III had a mean age of 48 years and presented 29.2% positive margins. The percentage of residual disease was 4.2% in Group I, 31.6% in Group II and 35.5% in Group III. Conclusion: patients with lesions at the endocervical canal showed a higher rate of positive margins. Patients with high-grade cervical intraepithelial neoplasia at the endocervical canal and older than 40 years have a greater chance of showing positive margins and residual disease, therefore requiring stricter cytologic and colposcopic follow-up.

Objetivo: avaliar os resultados anatomopatológicos das peças operatórias de pacientes submetidas a cirurgia com alça de alta freqüência e sua relação com a localização colposcópica da atipia. Métodos: estudo retrospectivo de 134 pacientes que apresentavam neoplasia intra-epitelial ao exame citológico e/ou anatomopatológico e que foram submetidas a cirurgia com alça de alta freqüência. As pacientes foram separadas em três grupos, de acordo com a localização das atipias: Grupo I (n = 36): pacientes com atipia localizada na ectocérvice e junção escamo-colunar visível; Grupo II (n = 50): pacientes com atipia ecto-endocervical, e Grupo III (n = 48): pacientes com colposcopia insatisfatória. Resultados: o Grupo I apresentou média de idade de 33, o Grupo II média de 39 e o Grupo III, 48 anos. O comprometimento das margens cirúrgicas por neoplasia ocorreu respectivamente em 8,3, 36 e 29,2% dos casos quando avaliados por grupo. No acompanhamento das pacientes verificou-se que a porcentagem de doença residual foi de 4,2% no Grupo I, 31,6% no Grupo II e 35,5% no Grupo III. Conclusão: pacientes com lesões localizadas no canal endocervical apresentaram maior taxa de margens comprometidas. Pacientes com neoplasia intra-epitelial de alto grau localizadas no canal endocervical e idade superior a 40 anos têm maior chance de apresentar margens comprometidas e doença residual, necessitando de controles citológicos e colposcópicos rigorosos.
Palavra-chave Colposcopy
Loop electrosurgical excision procedure, LEEP
Uterine cervix
Colpocytology
Conization
Colposcopia
Cirurgia com alça de alta freqüência
Colo
Colpocitologia
Conização
Idioma Português
Data de publicação 2001-07-01
Publicado em Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia, v. 23, n. 6, p. 349-354, 2001.
ISSN 0100-7203 (Sherpa/Romeo)
Publicador Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Extensão 349-354
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0100-72032001000600002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0100-72032001000600002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1195

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0100-72032001000600002.pdf
Tamanho: 245.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta