Heparina de alto peso molecular. Uma alternativa nas operações com circulação extracorpórea: estudo experimental

Heparina de alto peso molecular. Uma alternativa nas operações com circulação extracorpórea: estudo experimental

Título alternativo High molecular weight heparin. An alternative in extracorporeal circulation surgery: an experimental study
Autor Catani, Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Bertini Jr., Ayrton Autor UNIFESP Google Scholar
Pessa, Clodualdo J. N. Autor UNIFESP Google Scholar
Gomes, Walter José Autor UNIFESP Google Scholar
Lourenco, Dayse Maria Autor UNIFESP Google Scholar
Nader, Helena Bonciani Autor UNIFESP Google Scholar
Dietrich, Carl Peter Autor UNIFESP Google Scholar
Branco, João Nelson Rodrigues Autor UNIFESP Google Scholar
Buffolo, Enio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Introduction: In surgical procedures, with cardiopulmonary bypass, hemorrhagic syndromes during and after pump constitute a major concern and in a great number of cases they are heparin-related, a substance still without substitute. Most authors point out the anticoagulant action of heparin as the main problem in bleeding situations and research is developing on antifibrinolytic or platelet-like- drugs to try to substitute for usual heparin. Experience with low-molecular weight heparin, without anticoagulant properties, in cardiopulmonary bypass, was disastrous. High dosage was accompanied by high tube drainage suggesting that postoperative bleeding does not happen just because of the anticoagulant effect of heparin. Material and Methods: Believing in the vascular component of hemostasis and that low-molecular weight heparin non-neutralized by protamin is responsible for the paralysis of small vessels during and after cardiopulmonary bypass surgery, we isolated a high-molecular weight heparin ( modal weight of 25.000 Daltons) to be tested in vitro and in vivo. Results: Its specific anticoagulant activity, by mass, was superior to usual heparin ( modal weight of 15.000 Daltons) in vitro (273 ui/mg against 181 ui/mg, respectively) as in vivo, in dogs, utilizing cardiopulmonary bypass and measuring its activity by activated clotting time, APTT and heparin blood levels. In the experimental laboratory the half-life of usual heparin was of 60 minutes, while for high-molecular weight heparin was above 90 minutes. Conclusion: We believe that this unprecedented experience will lead to its future use in anima nobile to further test its neutralization by protamin as well as to confirm the decreased prevalence of bleeding phenomena with its use.

Introdução: As síndromes hemorrágicas no intra e pós-operatório de operações com circulação extracorpórea (CEC) constituem motivo de preocupação e, parte delas, pode ser atribuída à heparina não fracionada (HNF), droga indispensável e, até hoje, insubstituível nesse tipo de procedimento. Alguns autores consideram a ação anticoagulante da HNF como o principal responsável pelo sangramento e investem em drogas antifibrinolíticas ou que alteram a atividade plaquetária para tentar substituí-la. Toda HNF contém frações de heparina de baixo peso molecular (HBPM), não neutralizáveis pela protamina, que, em doses elevadas, e/ou em pacientes heparino-sensíveis, podem causar vasoplegia e aumento no sangramento pós-operatório em operações com CEC. Material e Métodos: Isolamos uma heparina de alto peso molecular (HAPM - peso modal de 25.000 Daltons), com 11% de frações de HBPM (< 7.000 Daltons), para experiências in vitro e in vivo, e comparamos com HNF (peso modal de 15.000 Daltons), com 21% de frações de HBPM. Resultados: A atividade específica anticoagulante, por massa, foi superior quando comparada com a HNF tanto in vitro, 273 ui/mg contra 181 ui/mg e TTPA mais elevado nas várias diluições, como in vivo, em cães, durante CEC, comprovado pelo TCA, TTPA e heparinemia. A vida média da HNF foi de 60 minutos e acima de 90 minutos para a HAPM, na situação de experimentação. Conclusão: Acreditamos que esta experiência, inédita na literatura indexada, nos habilite ao uso da HAPM, em seres humanos, para averiguação da sua melhor neutralização pela protamina e menor incidência de hemorragia.
Palavra-chave Heparin
Anticoagulants
Extracorporeal circulation
Heparina
Anticoagulantes
Circulação extracorpórea
Idioma Português
Data de publicação 2001-06-01
Publicado em Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular. Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, v. 16, n. 2, p. 160-170, 2001.
ISSN 0102-7638 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
Extensão 160-170
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382001000200010
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0102-76382001000200010 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1165

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0102-76382001000200010.pdf
Tamanho: 123.8KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta