Carcinoma espinocelular de canal anal: análise de 11 casos

Carcinoma espinocelular de canal anal: análise de 11 casos

Título alternativo Squamous cell carcinoma of the canal anal: analysis of 11 patients
Autor Guimarães, Ana Paula Autor UNIFESP Google Scholar
Matos, Delcio Autor UNIFESP Google Scholar
Segreto, Roberto Araujo Autor UNIFESP Google Scholar
Forones, Nora Manoukian Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Background - Anal cancer is an uncommon malignancy accounting for only a small (4%) percentage of intestinal cancer. The authors described the clinical aspects and the treatment of the patients with squamous cell carcinoma of the canal anal. Patients - Eleven patients with squamous cell carcinoma treated among 1995 and 1999, were analyzed retrospectively. Nine were women and two were men. The mean age was 57.6 years old (range 35-82 years old). Results - The most common symptoms were rectal bleeding, local tumor and pain. Six of them had previous anal benign disease and two had metastases at the diagnosis. All were submitted to systemic chemotherapy with 5-fluorouracil and mitomicin and radiotherapy with 4500cGy. Four patients had residual disease after chemo radiation and salvage surgery with abdominoperineal resection was done. Three patients had recurrence and four died from the disease. Conclusion - Most of our patients were women. The chemo radiation can be a curable treatment in patients with local disease; conversely in patients with residual disease, abdominoperineal resection must be done. Although anal cancer is an often curable disease, four patients died because the diagnosis was done in advanced stage.

Racional - O câncer de canal anal é um tipo raro de neoplasia, sendo responsável por 4% dos tumores de intestino grosso. São descritos os aspectos clínicos e o tratamento dos pacientes com câncer escamoso desta região. Casuística - Analisaram-se, retrospectivamente, 11 pacientes com carcinoma espinocelular de canal anal. Nove pacientes eram do sexo feminino e dois do masculino. A idade média dos pacientes foi de 57,6 anos (variação 35-82 anos). Resultados - Os sintomas mais freqüentes foram sangramento retal, tumoração e dor local. Seis pacientes tinham lesão benigna prévia local e dois tinham doença metastática na ocasião do diagnóstico. Todos foram submetidos a quimioterapia sistêmica com 5-fluorouracil e mitomicina. Após o tratamento quimio e radioterápico, quatro apresentavam doença residual e foram submetidos a ressecção abdômino-perineal. Três pacientes apresentaram recidiva e quatro morreram pela evolução da própria doença. Conclusão - A maioria dos doentes era do sexo feminino. A químio e a radioterapia podem ser tratamentos curativos nos pacientes com doença localizada; no entanto, aqueles com doença residual devem ser submetidos a ressecção abdômino-perineal. Embora o câncer espinocelular de canal anal seja doença curável, quatro pacientes foram a óbito por terem sido diagnosticados em fase avançada.
Palavra-chave Carcinoma, squamous cell
Anus neoplasms
Carcinoma de células escamosas
Neoplasias do ânus
Idioma Português
Data de publicação 2001-01-01
Publicado em Arquivos de Gastroenterologia. Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED, v. 38, n. 1, p. 09-13, 2001.
ISSN 0004-2803 (Sherpa/Romeo)
Publicador Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas de Gastroenterologia - IBEPEGE Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva - CBCD Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva - SBMD Federação Brasileira de Gastroenterologia - FBGSociedade Brasileira de Hepatologia - SBHSociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva - SOBED
Extensão 09-13
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-28032001000100003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-28032001000100003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1082

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-28032001000100003.pdf
Tamanho: 168.9KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta