Biomicroscopia ultra-sônica na avaliação da posição das lentes intra-oculares em uma técnica de fixação escleral

Biomicroscopia ultra-sônica na avaliação da posição das lentes intra-oculares em uma técnica de fixação escleral

Título alternativo Ultrasound biomicroscopy in the assessment of the intraocular lenses positioning in a transscleral fixation technique
Autor Vianna Filho, Raul de Camargo Autor UNIFESP Google Scholar
Freitas, Lincoln de Autor UNIFESP Google Scholar
Allemann, Norma Autor UNIFESP Google Scholar
Hofling-Lima, Ana Luisa Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Purpose: To assess, through ultrasound biomicroscopy (UBM), the positioning of the intraocular lenses (IOL) haptics as related to the ciliary sulcus by using a scleral fixation technique; and to evaluate, as well, if two fixation points are sufficient to avoid tilting of the lenses. Methods: Sixteen aphakic eyes underwent an IOL implan-tation by means of the same scleral fixation technique, performed by the same surgeon. One month following surgery, both the positioning of the IOL haptics and the distances between the IOLs and the cornea were assessed by UBM. Results were statistically studied. Results: Of the 32 intraocular lenses haptics fixed to the sclera, eight were placed in the ciliary sulcus and 24 were placed out of the ciliary sulcus. There was no statistical difference in the distances measured between the intraocular lenses and the cornea for the haptics placed out of the ciliary sulcus as compared to the haptics placed in the ciliary sulcus, suggesting that other factors, besides the distance to the limbus, may be relevant in the positioning of haptics in the ciliary sulcus. The same measurements performed at 3, 6, 9, and 12 hours, on the periphery of the lenses, were also similar, suggesting that 2-point fixation is sufficient to avoid tilting of the lenses in the eye. Conclusions: Further factors (e.g. the ciliary sulcus opening angle), other than the distance of the limbus where the sclera is transfixed, are important for the placement of the lenses in the ciliary sulcus. Two fixation points are sufficient to avoid tilting of the IOL in the eye.

Objetivo: Avaliar pela biomicrospia ultra-sônica (UBM) o posicionamento, em relação ao sulco ciliar, das alças de lentes intra-oculares (LIO), em uma técnica de fixação escleral, avaliando-se também se dois pontos de fixação são suficientes para que não haja inclinação da parte óptica. Métodos: Dezesseis olhos afácicos foram submetidos a implante LIO por uma mesma técnica de fixação escleral, realizados por um mesmo cirurgião. Um mês após a cirurgia, o posicionamento das alças das LIO foram avaliados pelo UBM, assim como distâncias entre as LIO e córnea. Os resultados foram submetidos a testes estatísticos. Resultados: Das 32 alças fixadas à esclera, oito estavam localizadas no sulco ciliar e 24 fora deste. Não houve diferença estatística nas distâncias entre LIO e córnea para alças posicionadas no sulco ciliar quando comparadas àquelas localizadas fora do sulco. Isto sugere que, além da distância ao limbo que se transfixa a esclera, outros fatores devem estar associados ao posicionamento da alça no sulco ciliar. As medidas LIO -- córnea realizadas na periferia das LIO às 3, 6, 9, e 12 horas foram semelhantes, mostrando que dois pontos de fixação são suficientes para que a LIO não fique inclinada. Conclusões: Outros fatores (por exemplo o ângulo de abertura do corpo ciliar), além da distância ao limbo na qual se transfixa a esclera, são importantes para o posicionamento das alças no sulco ciliar. Dois pontos de fixação são suficientes para que a LIO não apresente inclinação dentro do olho.
Palavra-chave Lens implantation
Intraocular
Pseudophakia
Aphakia
Ultrasonography
Implante de lente intra-ocular
Pseudofacia
Afacia
Ultra-sonogarfia
Idioma Português
Data de publicação 2000-10-01
Publicado em Arquivos Brasileiros de Oftalmologia. Conselho Brasileiro de Oftalmologia, v. 63, n. 5, p. 349-354, 2000.
ISSN 0004-2749 (Sherpa/Romeo)
Publicador Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Extensão 349-354
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S0004-27492000000500004
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S0004-27492000000500004 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1046

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S0004-27492000000500004.pdf
Tamanho: 949.4KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta