Vínculo, acolhimento e abordagem psicossocial: a prática da integralidade

Exibir registro simples

dc.creator Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP
dc.date.accessioned 2015-09-24T19:38:47Z
dc.date.available 2015-09-24T19:38:47Z
dc.identifier http://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/247
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10251
dc.description Esta unidade aproxima os profissionais que atuam na Estratégia Saúde da Família da dimensão psicológica nos cuidados prestados na Atenção Primaria à Saúde (APS) de modo a potencializá-los a prática da integralidade. Clarifica ao especializando os fenômenos que advém da relação profissional de saúde e paciente, familiarizando-os com os aspectos transferências, contratransferenciais e os mecanismos de defesa comuns nesta relação. Alem disso, por meio de um esquema pratico e aplicável na rotina diária de trabalho que aponta os elementos presentes no vinculo, ressalta a importância e o papel terapêutico que o profissional da atenção primaria tem na abordagem de pessoas com sofrimento psíquico. Finalmente, enfatiza a atenção que o cuidador deve ter em avaliar a percepção que o paciente tem ou não do seu processo de adoecimento. Assim, desenvolver uma abordagem biopsicossocial voltada não só a tratamento, mas também a prevenção, inclusive evitando possíveis ações iatrogênicas.
dc.language pt_BR
dc.rights Licença Comum
dc.subject Acolhimento
dc.subject Atenção Primária à Saúde
dc.subject Saúde Mental
dc.title Vínculo, acolhimento e abordagem psicossocial: a prática da integralidade
dc.coverage 1. Discutir os elementos terapêuticos do vinculo entre profissional de saúde e paciente; 2. Apresentar conceitos sobre os fenômenos que surgem na relação profissional de saúde e paciente, em especial a transferência e contratransferência. 3. Discutir os mecanismos de defesa apresentados pelos pacientes no processo saúde, doença e cuidado; 4. Enfatizar a importância no entendimento que os pacientes têm sobre a percepção que tem ou não do seu processo de adoecimento e assim maximizar a relação profissional de saúde e pessoa; 5. Trazer fundamentos teóricos práticos para a prática da integralidade.



Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Exibir registro simples

Buscar


Navegar

Minha conta