Vínculo, acolhimento e abordagem psicossocial: a prática da integralidade

Show simple item record

dc.creator Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP
dc.date.accessioned 2015-09-24T19:38:47Z
dc.date.available 2015-09-24T19:38:47Z
dc.identifier http://ares.unasus.gov.br/acervo/handle/ARES/247
dc.identifier.uri http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10251
dc.description Esta unidade aproxima os profissionais que atuam na Estratégia Saúde da Família da dimensão psicológica nos cuidados prestados na Atenção Primaria à Saúde (APS) de modo a potencializá-los a prática da integralidade. Clarifica ao especializando os fenômenos que advém da relação profissional de saúde e paciente, familiarizando-os com os aspectos transferências, contratransferenciais e os mecanismos de defesa comuns nesta relação. Alem disso, por meio de um esquema pratico e aplicável na rotina diária de trabalho que aponta os elementos presentes no vinculo, ressalta a importância e o papel terapêutico que o profissional da atenção primaria tem na abordagem de pessoas com sofrimento psíquico. Finalmente, enfatiza a atenção que o cuidador deve ter em avaliar a percepção que o paciente tem ou não do seu processo de adoecimento. Assim, desenvolver uma abordagem biopsicossocial voltada não só a tratamento, mas também a prevenção, inclusive evitando possíveis ações iatrogênicas.
dc.language pt_BR
dc.rights Licença Comum
dc.subject Acolhimento
dc.subject Atenção Primária à Saúde
dc.subject Saúde Mental
dc.title Vínculo, acolhimento e abordagem psicossocial: a prática da integralidade
dc.coverage 1. Discutir os elementos terapêuticos do vinculo entre profissional de saúde e paciente; 2. Apresentar conceitos sobre os fenômenos que surgem na relação profissional de saúde e paciente, em especial a transferência e contratransferência. 3. Discutir os mecanismos de defesa apresentados pelos pacientes no processo saúde, doença e cuidado; 4. Enfatizar a importância no entendimento que os pacientes têm sobre a percepção que tem ou não do seu processo de adoecimento e assim maximizar a relação profissional de saúde e pessoa; 5. Trazer fundamentos teóricos práticos para a prática da integralidade.



File

File Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record

Search


Browse

Statistics

My Account