Validação do Atlas do Rorschach no Sistema Compreensivo em amostra de pacientes com diferentes graus de comprometimento perceptivo

Validação do Atlas do Rorschach no Sistema Compreensivo em amostra de pacientes com diferentes graus de comprometimento perceptivo

Título alternativo Validation of the Brazilian Rorschach Comprehensive System Manual in a sample of patients with different degrees of impaired perception
Autor Marques, Thais Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Yazigi, Latife Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Objective: This paper is a validation study of the Brazilian Rorschach Comprehensive System location manual and form quality list, by testing it on a sample of psychiatric patients in the city of São Paulo. The assumption is that the patients with psychotic symptoms will have significantly lower values for variables X+%, XA% and WDA% compared to those encountered in the Brazilian normative sample, and higher X-% compared to the normative sample. Method: The evaluation was conducted on 45 adult patients, 28 women and 17 men, with an average age of 36.9 years. The selection instruments were the Structured Clinical Interview for Diagnosis of Axis 1 (SCID-I) and the Positive and Negative Syndrome Scale (PANSS). Results: 23 patients met the SCID-I criteria for psychotic disorder and 19 were considered psychotic by the PANSS, with a score equal to or higher than four in at least one of the positive scale items. A total of 1070 responses were obtained from the 45 protocols, making an average of 23.8 responses per protocol. They were all classified according to both the North American and Brazilian location and form quality lists. A difference of 0.84% is found between areas D and Dd when comparing the responses classified by the American and by the Brazilian areas. The responses Dd99 were found in 205 responses classified by the North American location areas and in 166 classified by the Brazilian manual, a difference of 3.65%. Furthermore, 436 (40.75%) responses received form quality ‘o’ when classified by the Brazilian list and 413 (38.60%) when classified by the North American list, and form quality ‘u’ had a variance of less than 1%. Comparisons were made between the ANOVA means and the normative samples and the group of patients. Statistically significant differences were found for the classification by the Brazilian lists (p<0.05): (a) when the normative sample was compared with the total population of patients in the variables XA%, X-% and Xu%; (b) when the group of patients was divided up depending on the presence or absence of psychosis by the PANSS and compared against one other in the indexes XA% and X-%; (c) when the normative sample was compared with the group of patients divided up depending on the presence and absence of psychotic disorder by the diagnosis in the SCID-I in the variables XA%, X-% and Xu%; and (d) when the normative sample was compared with the group of patients divided up depending on the presence or absence of psychosis by the PANSS for XA%, X-% and Xu%. Conclusion: The variables XA% and X-% proved to be sensitive in detecting the perceptive nuances between the people. The Brazilian lists proved to be valid for distinguishing degrees of impaired perception.

Objetivo: Este trabalho é estudo de validação do atlas de localização e da lista de qualidade formal brasileiros do Rorschach no Sistema Compreensivo, testando-o em amostra de pacientes psiquiátricos da cidade de São Paulo. A hipótese é que os pacientes com sintomas psicóticos tenham valores significativamente menores para as variáveis X+%, XA% e WDA%, daqueles encontrados na amostra normativa brasileira, e maiores para X-% do que a amostra normativa. Método: Foram avaliados 45 pacientes adultos, 28 mulheres e 17 homens, com média de idade de 36,9 anos. Os instrumentos de seleção foram a Entrevista Clínica Estruturada para Diagnóstico de Eixo I (SCID-I) e a Escala das Síndromes Positiva e Negativa (PANSS). Resultados: 23 pacientes preencheram critério pela SCID-I para transtornos psicóticos na vida e 19 foram considerados psicóticos pela PANSS, se a pontuação fosse igual ou maior a quatro em pelo menos um dos itens da escala positiva. Foram obtidas 1070 respostas dos 45 protocolos, com média de 23,8 respostas por protocolo. Todos foram classificados segundo as listas de localização e qualidade formal norteamericanas e brasileiras. Encontra-se uma diferença de 0,84% entre áreas D e Dd comparando as respostas classificadas pelas áreas americanas e pelas brasileiras. As respostas Dd99 foram encontradas em 205 respostas classificadas pelas áreas de localização norteamericanas e em 166 classificadas pelo atlas brasileiro, uma diferença de 3,65%. 436 (40,75%) respostas receberam qualidade formal ‘o’ quando foram classificadas pela lista brasileira e 413 (38,60%) quando classificadas pela lista norteamericana, e a qualidade formal ‘u’ variou menos de 1%. Foram realizadas comparações entre médias pela ANOVA entre as amostras normativas e o grupo de pacientes. Foram encontradas diferenças estatisticamente significativas para a classificação pelas listas brasileiras (p<0,05): (a) quando a amostra normativa foi comparada com a população total de pacientes nas variáveis XA%, X-% e Xu%; (b) quando o grupo de pacientes foi dividido pela presença ou ausência de psicose por meio da PANSS e comparados entre si nos índices XA% e X-%; (c) quando foram comparadas a amostra normativa com grupo dos pacientes dividido pela presença e ausência de psicose pelo diagnóstico na SCID-I nas variáveis XA%, X-% e Xu%; e (d) quando a amostra normativa foi comparada com o grupo dos pacientes dividido pela presença e ausência de psicose pela PANSS para XA%, X-% e Xu%. Conclusão: As variáveis XA% e X-% mostraram-se sensíveis para detectar as nuances perceptivas entre as pessoas. As listas brasileiras se mostraram válidas para discriminar graus de comprometimento perceptivo.
Palavra-chave Distorção da percepção
Estudos de validação
Transtornos psicóticos
Teste de Rorschach
Idioma Português
Data de publicação 2010-04-28
Publicado em REIS, Thais Cristina Marques dos. Validação do Atlas do Rorschach no Sistema Compreensivo em amostra de pacientes com diferentes graus de comprometimento perceptivo. 2010. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 86 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10165

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-420.pdf
Tamanho: 981.6KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta