Manobra de Epley na vertigem posicional paroxística benigna associada à doença de Menière

Manobra de Epley na vertigem posicional paroxística benigna associada à doença de Menière

Título alternativo Epley’s maneuver in benign paroxysmal positional vertigo associated with Menière’s disease
Autor Ganança, Cristina Freitas Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Caovilla, Heloisa Helena Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Distúrbios da comunicação humana (fonoaudiologia) - São Paulo
Resumo Purpose: To evaluate positioning vertigo and nystagmus evolution after one or more Epley’s maneuvers in patients suffering from benign paroxysmal positional vertigo (BPPV) associated with Menière’s disease. Method: Files from patients with BPPV associated with Menière’s disease were analyzed to collect information regarding to the number of Epley’s maneuvers necessary to eliminate positioning nystagmus and the symptoms evolution during 12 months after the positioning nystagmus elimination. Results: Sixty-two patients with posterior semicircular canal BPPV and definite diagnosis of Menière’s disease were included in this study. It was necessary one Epley’s maneuver to eliminate positioning nystagmus in 80.7% of the patients, two in 16.1%, and three in 3.2%; with the nystagmus elimination, positioning vertigo was suppressed in 71.0% of the patients, improved in 27.4% and remained unaltered in 1.6%. Four weeks after the elimination of the positioning nystagmus, all patients were asymptomatic. On a follow-up in 12 months time, BPPV recurrence affecting posterior, lateral or anterior canals was verified in 19.4% of the cases. The specific maneuver for the involved semicircular canal abolished the positioning vertigo and nystagmus in all of these cases. Conclusions: After performing one, two or three Epley’s maneuvers in patients with BPPV associated with Menière’s disease, it was observed: 1) elimination of positioning nystagmus; 2) elimination of positioning vertigo in until four weeks time after the elimination of positioning nystagmus, and 3) cases with BPPV recurrence in a 12 months time follow-up, with elimination of positioning vertigo and nystagmus by means of one specific maneuver for the affected semicircular canal.

Objetivo: Avaliar a evolução da vertigem e do nistagmo de posicionamento após uma ou mais manobras de Epley em pacientes com vertigem posicional paroxística benigna (VPPB) associada à doença de Menière. Método: Foram analisados prontuários de pacientes com VPPB associada à doença de Menière para verificar o número de manobras de Epley necessárias para a extinção do nistagmo de posicionamento e a evolução dos pacientes durante 12 meses após a eliminação do movimento ocular. Resultados: Foram incluídos 62 pacientes com VPPB por envolvimento do canal semicircular posterior e diagnóstico definido de doença de Menière. Para abolir o nistagmo de posicionamento, foi necessário realizar uma manobra de Epley em 80,7% dos pacientes, duas em 16,1% e três em 3,2%. Com a abolição do nistagmo de posicionamento, a vertigem de posicionamento foi eliminada em 71,0% dos pacientes, melhorou em 27,4% e permaneceu inalterada em 1,6%. Quatro semanas após a extinção do nistagmo de posicionamento, todos os pacientes ficaram assintomáticos. Recorrência da VPPB envolvendo canal posterior, lateral ou anterior foi observada em 19,4% dos casos. A manobra específica para o canal semicircular afetado eliminou a vertigem e o nistagmo de posicionamento nestes casos. Conclusões: Após a realização de uma, duas ou três manobras de Epley em pacientes com VPPB associada à doença de Menière, foram observados: 1) eliminação do nistagmo de posicionamento; 2) eliminação da vertigem de posicionamento em até quatro semanas depois da extinção do nistagmo de posicionamento, e 3) casos com recorrência da VPPB em 12 meses de acompanhamento, com abolição da vertigem e do nistagmo de posicionamento depois da realização de uma manobra específica para o canal semicircular envolvido.
Palavra-chave Labirinto
Doença de Menière
Tontura
Nistagmo posicional
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2006-12-31
Publicado em GANANÇA, Cristina Freitas. Manobra de Epley na vertigem posicional paroxística benigna associada à doença de Menière. 2006. 64 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2006.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 64 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10154

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-0093.pdf
Tamanho: 273.2KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta