Tratamento interdisciplinar em adolescentes obesos com esteatose hepatica não alcoolica: papel dos neuropeptideos e adipocinas pro e anti-inflamatorias

Tratamento interdisciplinar em adolescentes obesos com esteatose hepatica não alcoolica: papel dos neuropeptideos e adipocinas pro e anti-inflamatorias

Título alternativo Interdisciplinary treatment in obese adolescents with NAFLD: role of neuropeptides and adipokines pro and anti-inflammatory
Autor Ganen, Aline de Piano Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Dâmaso, Ana Raimunda Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo BACKGROUND: The complexity physiophatology in the Non Alcoholic Fatty Liver Disease (NAFLD) involves interplay between adipokines and neuroendocrine regulation of energy balance, including the role of Neuropeptide Y/Agouti Related Protein system. AIM: establishing the relationship between Neuropeptide Y/Agouti Related Protein (NPY/AgRP) ratio and adiponectinemia, as well as to assess the influence of orexigenic neuropeptides in the nutritional aspects of NAFLD obese adolescents submitted to a long-term interdisciplinary approach. METHODS: A group of post-pubescent obese adolescents were recruited and included in the interdisciplinary intervention. The group was analyzed according to the presence or ausence of NAFLD by ultrassonography (US). Blood samples were collected to measure glycemia, hepatic transaminases and lipid profile, insulin resistance and sensitivity. Adiponectin, NPY and AgRP concentrations were measured by ELISA and the measurement of visceral ans subcutaneous fat by US. Food intake was measured using 3-day diet records. RESULTS: It was observed at baseline that important clinical parameters including body weight, BMI, visceral fat, HOMA-IR, QUICKI, triglycerides, VLDL-cholesterol and hepatic transaminases were more altered in NAFLD patients. After the intervention, these parameters, total energy and macronutrient intake were reduced significantly in both groups. The most important finding was the positive correlation between AgRP with visceral fat in all patients, and negative correlation between NPY/AgRP with adiponectin only in NAFLD obese adolescents. Analyzing the influence of the diet in the orexigenic neuropeptides, only the NAFLD patients presented a positive correlation between the saturated fatty acids intake and the orexigenic neuropeptides (NPY and AgRP); and carbohydrate with NPY. Indeed, it was observed a positive correlation between energy intake, lipid (%) and saturated fatty acids with visceral fat accumulation. CONCLUSION: NAFLD patients presented more altered clinical parameters than non-NAFLD, including the negative correlation between adiponectin and NPY/AgRP. These results suggested that NAFLD obese adolescents presented an altered inflammatory profile that can influence the neuroendocrine regulation of energy balance suggesting and additional impairment in the weigth loss therapy. Moreover, our findings showed an important influence of diet composition in the orexigenic system, being essential consider that the excessive saturated fatty acids intake could be a determinant factor to increase nonalcoholic fatty liver disease.

Introdução: A complexidade da fisiopatologia na Esteatose Hepática Não Alcóolica (EHNA) envolve uma interface entre as adipocinas e a regulação neuroendócrina do balanço energético, incluindo o papel do sistema Neuropeptídeo Y/Proteína agouti relacionada. Objetivo: estabelecer a relação entre a razão NeuropeptídeoY/Proteína relacionada Agouti (AgRP) e a adiponectinemia, bem como avaliar a influência de neuropeptídeos orexígenos nos aspectos nutricionais de adolescentes obesos com EHNA submetidos a uma intervenção interdisciplinar de longo prazo. Métodos: Recrutou-se adolescentes obesos pós-púberes para participarem de uma intervenção interdisciplinar. O grupo foi analisado de acordo com a presença ou não de EHNA pela ultrassonografia (US). As amostras de sangue foram coletadas para a mensuração da glicemia, transaminases hepáticas e perfil lipídico, resistência e sensibilidade insulínica. As concentrações de Adiponectina, NPY e AgRP foram avaliadas por ELISA e a mensuração da gordura visceral e subcutânea pela US. A ingestão alimentar foi aferida por meio de registro alimentar de 3 dias. Resultados: No início da terapia, observou-se que parâmetros clínicos importantes como massa corporal, IMC, gordura visceral, HOMA-IR, QUICKI, triglicérides, VLDL-colesterol e transaminases hepáticas apresentaram-se mais alterados em pacientes com EHNA, os quais melhoram após tratamento. Além disso, a energia total e ingestão de macronutrientes reduziram significativamente em ambos os grupos. Observou-se correlação positiva entre AgRP e a gordura visceral em todos os pacientes, e correlação negativa entre NPY/AgRP com a concentração de adiponectina apenas em adolescentes obesos com EHNA. Ao analisar a influência da dieta nos neuropeptídeos orexígenos, apenas os pacientes com EHNA apresentaram correlação positiva entre a ingestão de ácidos graxos saturados com os neuropeptídeos orexígenos (NPY e AgRP); e carboidrato com NPY. Foi observada correlação positiva entre ingestão de energia, (%) de lipídio e ácidos graxos saturados com o acúmulo de gordura visceral. Conclusão: Os pacientes com EHNA apresentaram parâmetros clínicos mais alterados ao compará-los àqueles que não possuíam esta doença, incluindo a correlação negativa entre adiponectina e NPY/AgRP. Estes resultados sugeriram que adolescentes obesos com EHNA apresentaram perfil inflamatório alterado, o qual pode influenciar na regulação neuroendócrina do balanço energético indicando uma barreira adicional na terapia de redução de peso. Além disso, nossos achados revelaram uma importante influência da composição da dieta no sistema orexígeno, sendo essencial considerar a ingestão excessiva de gordura saturada como um fator determinante para o desenvolvimento de EHNA.
Palavra-chave Adipokynes
Adipocinas
Food intake
Gordura visceral
Ingestão alimentar
Interdisciplinary intervention
Intervenção interdisciplinar
Neuropeptides
Neuropeptídeos
Visceral fat
Esteatose Hepática Não Alcóolica
Non alcoholic Fatty Liver Disease (NAFLD)
Idioma Português
Data de publicação 2011-08-31
Publicado em GANEN, Aline de Piano. Tratamento interdisciplinar em adolescentes obesos com esteatose hepatica não alcoolica: papel dos neuropeptideos e adipocinas pro e anti-inflamatorias. 2011. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2011.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10139

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-12767a.pdf
Tamanho: 1.765MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-12767b.pdf
Tamanho: 1.424MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-12767c.pdf
Tamanho: 2.016MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Retido-12767d.pdf
Tamanho: 1.002MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta