Tratamento da doença hepática gordurosa não alcoólica exclusivamente com dieta, efeitos da intervenção nutricional sobre os valores das enzimas hepáticas, grau de esteatose e na resistência à insulina

Tratamento da doença hepática gordurosa não alcoólica exclusivamente com dieta, efeitos da intervenção nutricional sobre os valores das enzimas hepáticas, grau de esteatose e na resistência à insulina

Título alternativo Diet therapy as exclusive treatment on nonalcoholic fatty liver disease. The effect of the nutrition intervension on liver enzymas, the degree of steatosis and insulin resistance
Autor Elias, Maria Cristina Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Parise, Edison Roberto Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Gastroenterologia - São Paulo
Resumo Purpose: Evaluate the effect of diet therapy as exclusive treatment on insulin resistance, biochemical parameters of metabolic syndrome and degree of hepatic steatosis in patients with nonalcoolic fatty liver disease (NAFLD). Methods: Thirty-one patients diagnosed with NAFLD by computed tomography and/or liver biopsy received a restricted diet of energy (reduction of 500 to 100 kcal/day) containing 15% protein, 55% carbohydrates and 30% fat. The following parameters were evaluated at the entry and 6 months after dietary instructions: the degree of hepatic steatosis and visceral obesity by computed tomography, the serum aspartate aminotransferase (AST), alanine aminotransferase (ALT), gamma-glutamyl transferase (GGT) levels, metabolic syndrome parameters, glycemia, triglycerides and high density liprotein (HDL-c) were measured by an automated method. Insulin concentration was determined by immunofluorometry and insulin resistance (IR) was calculated by homeostasis model assessment (HOMA-IR). Anthropometric variables, body mass index (BMI), waist circumference, waist-to-hip ratio, and food intake (7-day diary) were evaluated monthly. At the end of follow-up, the patients were classified as adherent or non-adherent to treatment according to a weight loss of more or less than 5% of initial body weight, respectively. Results were analyzed statistically using the Mann- Whitney, chi-square and Wilcoxon tests. Results: Seventeen of the 31 patients were classified as adherent (group 1) and 14 as non-adherent (group 2). Group 2 presented only a significant reduction in body mass index (BMI) and waist circumference. In contrast, in group 1, in addition to significant improvement of all anthropometric parameters, a significant reduction was observed in alanine aminotransferase (ALT) and gamma-glutamyl transferase (GGT) levels, homeostasis model assessment (HOMA-IR), visceral fat and tomographic liver density, together with an increase in high density liprotein (HDL-c) serum levels. These patients decrease presented a significant in total energy intake and in the amount of total and saturated fat. Conclusions: Nutritional intervention as exclusive treatment, with a loss of at least 5% of initial weight, was able to modify metabolic syndrome parameters, liver enzymes and degree of steatosis in patients with NAFLD, demonstrating that dietary intervention is effective in the treatment of this disease.

Objetivo: Avaliar o efeito da intervenção nutricional como tratamento exclusivo na resistência à insulina, parâmetros bioquímicos de síndrome metabólica e grau de esteatose hepática em portadores de doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA). Métodos: 31 portadores de DHGNA, diagnosticados por tomografia computadorizada e/ou biópsia hepática receberam dieta com restrição de 500 a 1000 kcal/dia. O valor energético total (VET) foi distribuído em 15% proteína, 55% carboidrato e 30% gordura. Foram avaliados no início do estudo e após 6 meses de tratamento: grau de esteatose hepática e obesidade visceral por meio de tomografia computadorizada. Níveis séricos de alanina aminotransferase (ALT), gama glutamil transferase (GGT), aspartato aminotransferase (AST), e fosfatase alcalina, e parâmetros de síndrome metabólica (SM), glicemia, triglicerídeos e da lipoproteína de alta intensidade (HDL-C) foram medidos por método automatizado. As medidas antropométricas, índice de massa corpórea (IMC), circunferência da cintura (CC) e relação cintura/quadril e o consumo alimentar (pelo registro alimentar de 7 dias) foram avaliados mensalmente. Ao final do acompanhamento, os pacientes foram considerados como aderentes ou não aderentes de acordo com perda de peso maior ou menor que 5% do peso inicial, respectivamente. Os testes de Mann-Whitney, quiquadrado e Wilcoxon foram utilizados na análise estatística. Resultados: Dos 31 pacientes incluídos, 17 foram classificados como aderentes (grupo 1) e 14 como não aderentes (grupo 2). No grupo 2 foi observada redução significante dos valores do índice de massa corpórea (IMC), circunferência da cintura (CC) , enquanto entre os pacientes que aderiram à dieta, além da melhora significante de todos os parâmetros antropométricos, também houve redução estatisticamente significante nos níveis da alanina aminotransferase (ALT) , gama glutamil transferase (GGT), insulina, HOMA–IR, gordura visceral, gordura total, e da densidade tomográfica do fígado, assim como aumento da lipoproteína de alta intensidade (HDL-C). Nesses pacientes houve diminuição estatisticamente significante do valor calórico total com diminuição do consumo de gordura total e saturada. Conclusão: O tratamento nutricional como terapia exclusiva, com a perda de pelo menos 5% de peso inicial, foi capaz de modificar os parâmetros metabólicos de síndrome metabólica, valores das enzimas hepáticas e o grau de esteatose em portadores de doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA), demonstrando que a intervenção dietética é efetiva no tratamento da doença.
Palavra-chave Doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA)
Esteatoepatite não alcoólica (EHNA)
Dieta
Obesidade
Resistência à insulina
Nonalcoholic fatty liver disease
Nonalcoholic steatohepatitis
Diet
Obesity
Insulin resistance
Idioma Português
Financiador Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Data de publicação 2009-05-27
Publicado em ELIAS, Maria Cristina. Tratamento da doença hepática gordurosa não alcoólica exclusivamente com dieta, efeitos da intervenção nutricional sobre os valores das enzimas hepáticas, grau de esteatose e na resistência à insulina. 2009. 84 f. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 84 f.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10135

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-10135.pdf
Tamanho: 433.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta