Levantamento epidemiológico da prática de atividade física na cidade de São Paulo

Levantamento epidemiológico da prática de atividade física na cidade de São Paulo

Título alternativo Epidemiological survey of the practice of physical activity in São Paulo City
Autor Mello, Marco Tulio de Autor UNIFESP Google Scholar
Fernandez, Ana Cláudia Autor UNIFESP Google Scholar
Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de Uberlândia
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Epidemiological studies conducted on general or specific populations are of vital importance for the determination of public health policies. One of the current health problems causing most concern is the growing number of obese people and, consequently, the health problems that result from obesity. In addition, sleep disorders, such as insomnia and disruption of the wake-sleep cycle that result from psychological, neurological and social factors are also important health problems. In the present study, we carried out an epidemiological survey of the practice of physical activity and of sleep problems in the general population of São Paulo City, Brazil. One thousand subjects from all regions of the City and representing all social categories answered a specific questionnaire. The findings showed that only 31.3% of the interviewees engaged in some type of physical activities and only 36.4% of these did so under professional supervision. Sleep complaints associated with insomnia were reported by 27.1% and 35.9% of physically active and inactive subjects (p < 0.03), respectively. Data from the National Survey on Health and Nutrition show an increase in the percentage of obese individuals in Brazil. This could partly be explained by our findings of low levels of physical activity, which could ultimately lead to an augmented incidence of metabolic (diabetes) and cardiac diseases. The present findings revealed a low percentage of engagement in supervised physical activities by the general population. Therefore, it becomes important to alert the population to the benefits of practicing supervised physical exercises.

Estudos epidemiológicos conduzidos em geral ou em populações específicas são de vital importância para a determinação e implementação de políticas públicas. Um dos problemas de saúde mais comuns que causa grande preocupação é o crescente número de pessoas obesas e, consequentemente, os problemas de saúde advindos da obesidade. No entanto, as desordens de sono, como a insônia, e distúrbios no ciclo vigília-sono que resultam de fatores psicológicos, neurológicos e sociais são também importantes problemas de saúde. Neste estudo, foi realizado um levantamento epidemiológico da prática de atividade física e problemas de sono na população geral da cidade de São Paulo. Mil indivíduos de todas a regiões da cidade, representando todas as classes sociais, responderam a um questionário específico. Os resultados mostraram que somente 31,3% dos entrevistados estão engajados em algum tipo de atividade física e somente 36,4% desses indivíduos têm supervisão de um profissional qualificado. Os distúrbios de sono associados com a insônia foram reportados por 27,1% dos indivíduos fisicamente ativos e 35,9% dos não ativos (p < 0,003). Dados de um estudo nacional em saúde e nutrição mostram um aumento na percentagem de indivíduos obesos no Brasil. Isto pode ser parcialmente explicado pelos nossos achados de baixos níveis de atividade física desta população pesquisada, o que pode levar a um aumento na incidência de doenças cardíacas e metabólicas (diabetes). Os resultados revelaram uma baixa percentagem de indivíduos engajados em atividade física regular sob supervisão da população em geral. Portanto, é importante alertar a população quanto aos benefícios da prática regular e supervisionada de exercícios físicos.
Palavra-chave Physical activity
Sleep disorders
Fitness
Sleep
Epidemiological surveys
Atividade física
Desordens de sono
Condicionamento físico
Sono
Estudos epidemiológicos
Idioma Português
Data de publicação 2000-08-01
Publicado em Revista Brasileira de Medicina do Esporte. Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, v. 6, n. 4, p. 119-124, 2000.
ISSN 1517-8692 (Sherpa/Romeo)
Publicador Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Extensão 119-124
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922000000400003
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1517-86922000000400003 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1010

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1517-86922000000400003.pdf
Tamanho: 44.76KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta