Sibilância em lactentes e fatores de risco associados na cidade de Recife - Pernambuco

Sibilância em lactentes e fatores de risco associados na cidade de Recife - Pernambuco

Título alternativo Wheezing in infants and associated risk factors in the city of Recife - Pernambuco
Autor Peixoto, Décio Medeiros Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Solé, Dirceu Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Objective: To determine the prevalence of wheezing in the first year of life in infants aged from 12 to 15 months old living in the city of Recife, Pernambuco and to study its relationship with gender and to identify wheezing associated risk factors. Methods: This sectional study was done according to the protocol “Estudio Internacional sobre Sibilância en Lactentes” (EISL) in children between 12 and 15 months of age. Parents or caregivers answered the standard EISL questionnaire when children attended a routine medical or immunization visit in public health facilities in Recife – Brazil. The end point was the answer to the question: Have your baby had chest wheezing or bronchitis in the first year of life? Those who have answered “yes” were identified as wheezing babies. Results: The questionnaire was answered by 1,071 parents or caregivers, between March and December 2007. The prevalence of wheezing was 43% and there wasn´t any difference between gender. Wheezing was significantly associated with a past history of pneumonia, family history of asthma, have had more than 9 upper airway infection episodes and to have had the first cold episode before 6 months of life (all with p<0.001). Conclusion: We observed that early and recurrent upper airway infections, previous episode of pneumonia, and family history of asthma were associated with wheezing in the first year of life in children in Recife-Brazil.

Objetivo: Verificar a prevalência de siibilância no primeiro ano de vida em crianças da cidade do Recife, Pernambuco, e sua relação com o gênero e verificar fatores de risco a ela associados. Casuística e método: Estudo transversal realizado segundo o protocolo do “Estudio Internacional sobre Sibilância en Lactentes” (EISL) em crianças com idades entre doze e 15 meses. Os pais ou responsáveis pelas crianças responderam o questionário EISL padrão quando do seu atendimento por consulta de rotina ou imunização de rotina em Postos de Saúde ou creches municipais de Recife. A amostra foi analisada segundo a presença ou não de sibilância. A resposta afirmativa à pergunta: “Seu bebê teve chiado no peito, bronquite ou sibilâncias nos seus primeiros doze meses de vida?” identificou os com sibilância. Resultados: Foram entrevistados 1071 pais e/ou responsáveis por crianças com idades entre doze e 15 meses no período de Março a Dezembro de 2007. A prevalência de sibilância no primeiro ano de vida foi 43%, sem diferenças quanto o gênero. O relato de sibilância no primeiro ano de vida foi significantemente associado a ter tido pneumonia, ter familiares com asma, ter tido mais de nove episódios de infecções de vias aéreas superiores, e o primeiro episódio de resfriado antes de seis meses de vida (p<0,001). Conclusão: Foi demonstrado que início precoce e número elevado de resfriados, ter familiares com asma e ter apresentado pneumonia esteve associado a quadros de sibilância no primeiro ano de vida em crianças da cidade do Recife, Brasil.
Palavra-chave Epidemiologia
Asma
Asthma
Epidemiology
Fatores de risco
Infant
Lactente
Prevalence
Prevalência
Risk factors
Sibilância
Wheezing
Idioma Português
Data de publicação 2009-10-28
Publicado em PEIXOTO, Décio Medeiros. Sibilância em lactentes e fatores de risco associados na cidade de Recife - Pernambuco. 2009. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10083

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-00371.pdf
Tamanho: 1.652MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta