Resposta de neutrófilos e monócitos do sangue periférico ao LPS de bactérias lisas e rugosas

Resposta de neutrófilos e monócitos do sangue periférico ao LPS de bactérias lisas e rugosas

Título alternativo Neutrophils and monocytes response to LPS from smooth and rough bacteria
Autor Gomes, Natalia Estevam Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Salomão, Reinaldo Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Pós-graduação Infectologia - São Paulo
Resumo Objective: To compare the biological action of R form and S form LPS in human peripheral blood neutrophils and monocytes. Methods: Cell surface receptors modulation, ROS and NO production were evaluated on monocytes and neutrophils in whole blood, and NF-êB activation was evaluated in isolated neutrophils by flow cytometry after incubation with R and S-LPS. Results: A small enhancement of TLR4 expression was observed on monocytes with 6 h stimulation whereas no modulation of TLR2 was seen on either cell. Modulation of CD14 on monocytes was biphasic, with initial increment in the first hour followed by decreased expression at 6 h. Both LPS increased CD66b expression on neutrophils. Expression of CD11b was rapidly up-regulated on monocytes and neutrophils by both LPS, while down regulation of CXCR2 expression on neutrophils was observed after a few minutes, lasting for 6 h. S-LPS effect on neutrophils expression of CD11b, CD66b and CXCR2 receptors was a little earlier than the R-LPS effect. Both LPS induced low production of ROS and NO compared to other stimuli, as well as NF-êB translocation. Conclusions: A complex LPS-induced cell surface receptors modulation was seen on monocytes and neutrophils in human blood, with up and down regulation depending on the receptors evaluated. R for and S form LPS have similarly activated human neutrophils, despite the low expression of CD14 in those cells. While the presence of LBP and of sCD14 could provide the requirements for S-form LPS induction of neutrophils activity in whole blood, other receptors are also likely to be involved in LPS cell signaling in neutrophils.

Introducao: O LPS induz a ativacao celular apos ligacao com CD14 e TLR4. A forma R de LPS (sem o polissacarideo O) pode ativar de forma independente de CD14. Neutrofilos e monocitos diferem de forma expressiva em sua expressao de CD14 na superficie. Objetivos: Comparar a acao biologica de formas R e S de LPS em neutrofilos e monocitos do sangue periferico de humanos. Metodos: A modulacao de receptores de superficie celular foi observada em monocitos e neutrofilos, e producao de especies reativas de oxigenios (EROs) e de oxido nitrico (NO), alem de ativacao de p38 e NFƒÈB foram avaliadas em neutrofilos por citometria de fluxo, apos incubacao com r e sLPS. Resultados: Houve uma pequena alteracao de TLR4 em monocitos com 6 h de incubacao, enquanto nenhuma modulacao foi vista para TLR2 em ambas as celulas. A modulacao de CD14 na superficie de monocitos mostrou-se bifasica, havendo incremento inicial na primeira hora seguida de queda com 6 h. Nao foi observada modulacao de CD14 na superficie de neutrofilos. Ambas as formas de LPS levaram a inducao de CD66b na superficie de neutrofilos, efeito que permanece pelo menos ate 24 h de incubacao. CD11b foi aumentado em neutrofilos e monocitos por r e sLPS, chegando ate 4 vezes a expressao depois de 3h, enquanto que a expressao CXCR2 cai em poucos minutos e permanece reduzida em neutrofilos. A expressao de HLADR foi aumentada nos monocitos no tempo de 3h. O efeito do sLPS na expressao de CD11b, CD66b e CXCR2 em neutrofilos mostrou-se um pouco mais precoce. Ambas as formas de LPS induziram pequena producao de NO e de EROs, quando comparadas com outros estimulos, assim como a translocacao de NFƒÈB p65 e p50 e ativacao de p38. Conclusoes: as formas R e S de LPS ativam similarmente os neutrofilos, apesar de sua baixa expressao de CD14 na superficie. Enquanto proteinas do soro podem otimizar a acao do LPS e sCD14 pode suprir a falta de CD14 em neutrofilos, e interacoes com monocitos podem ter seu papel na resposta dessas celulas ao LPS, e provavel que outros receptores estejam envolvidos na sinalizacao ao LPS em neutrofilos. Uma modulacao complexa de receptores de superficie foi vista em ambas as celulas com aumento ou decrescimo dependendo do receptor avaliado.
Palavra-chave Ativação de neutrófilo
Monócitos
Proteínas de membrana
Receptores da superfície celular
Antígenos CD14
Idioma Português
Financiador Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP)
Número do financiamento FAPESP: 04/15584-2
FAPESP: 05/58015-7
Data de publicação 2008-02-27
Publicado em GOMES, Natalia Estevam. Resposta de neutrófilos e monócitos do sangue periférico ao LPS de bactérias lisas e rugosas. 2008. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2008.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 146 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10051

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-10767a.pdf
Tamanho: 1.296MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-10767b.pdf
Tamanho: 1.513MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta