Representação de gênero na relação entre estudante de enfermagem e cliente: contribuições do processo ensino-aprendizagem

Representação de gênero na relação entre estudante de enfermagem e cliente: contribuições do processo ensino-aprendizagem

Autor Muroya, Renata de Lima Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Brêtas, José Roberto da Silva Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo A presente pesquisa parte de um recurso científico, baseado em dois estudos anteriores, nos quais se percebeu que o tema relações de gênero permeou a relação estudante-cliente, construindo uma dimensão de igualdade e desigualdade entre os gêneros, masculino e feminino, na prática do cuidado de enfermagem. A partir desses trabalhos, formamos um conjunto de dados(corpus analítico) que contemplan 35 entrevistas abertas, gravadas e transcritas, totalizando 243 laudas impressas que versam sobre a relação estudante de enfermagem e cliente. A partir desse corpus analítico foi produzida a presente pesquisa, a qual considera as relações de gênero como lente possível para conhecer o objeto. Trata-se de u7m estudo com abordagem qualitativa, fundamentado nos pressupostos da representação social e analisado à luz dos referenciais teóricos de g~enero. O objetivo principal consistiu em identificar, conhecer e aprofundar o conhecimento sobre as relações de gênero entre estudantes e clientes na prática do cuidado de enfermagem a partir das representações de estudantes de enfermagem. Diante do conteúdo disponível, por meio da técnica da Teoria do ~´ucleo Central das representações sociais. os resultados foram organizados e dispostos em uma árvore máima, tendo com núcleo central da representação a relação estrudante-cliente. Emergiam como elementos periféricos dois eixos temáticos principais: "A tríade igual/diferença/desigualdade no cuidado de enfermagem"e "A falta de preparo: a lacuna no ensino". Os resultados expressam uma dificuldade por parte dos(as) estudantes em prestar cuidado ao gênero que não é o seu; revelam um discurso ancorado na percepçãodas diferenças sexuais e na crençade uma heterossexualidade presumida, além de polarizar as categorias masculino e feminino. As representações dos(as) estudantes revelam uma desconsideração da categoria do gênero por parte dos(as) professores(as) ao restringirem. de certa forma, a participação dos estudantes do sexo masculino em atividades referente à disciplina de saúde da mulher. A falta de preparo expressa pelo(as) estudantes é caracterizada pela faltra de conhecimento em realizar uma orientaçãoem saúde adequada na área da saúde da mulher. Percebeu-se que essa falta de preparo em lidar com categorias socialmente construídas é reflexo da carência de discussões formais, inseridas n conteúdo da grade curricular sobre temas como corpo, gênero sexualidade.
Palavra-chave Educação em enfermagem
Identidade de genero
Sexualidade
Estudantes de enfermagem
Idioma Português
Data de publicação 2009-04-29
Publicado em MUROYA, Renata de Lima. Representação de gênero na relação entre estudante de enfermagem e cliente: contribuições do processo ensino-aprendizagem. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10039

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-00261.pdf
Tamanho: 517.7KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta