Prognosis related to staging systems for chronic lymphocytic leukemia

Prognosis related to staging systems for chronic lymphocytic leukemia

Autor Faria, José Roberto de Google Scholar
Oliveira, José Salvador Rodrigues de Autor UNIFESP Google Scholar
Faria, Rosa Malena Delbone de Google Scholar
Silva, Maria Regina Regis Google Scholar
Goihman, Samuel Autor UNIFESP Google Scholar
Yamamoto, Mihoko Autor UNIFESP Google Scholar
Kerbauy, José Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade de Alfenas Division of Hematology
Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo CONTEXT: Chronic lymphocytic leukemia (CLL) is a clonal lymphoproliferative disorder, characterized by B lymphocytic proliferation. CLL is the most frequent adult leukemia in Western countries, accounting for 25 to 30% of all white leukemic patients. OBJECTIVE: To evaluate clinical and staging characteristics in prognosis of chronic lymphocytic leukemia. DESIGN: Evaluation of clinical-staging data. SETTING: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) - Escola Paulista de Medicina / Universidade de Alfenas. SAMPLE: 73 patients diagnosed from 1977 to 1994. MAIN MEASUREMENTS: Sex, ethnic origin, age, lymphadenopathy, splenomegaly, hepatomegaly, three or more areas of lymphoid enlargement, hemoglobin (g/dl), lymphocytes/mm³, Platelets/mm³ RESULTS: Mean survival of patients was 76 months, median age was 65 years, ranging from 33 to 87. Forty-four patients (60.3%) were male and 29 (39.7%) female. CONCLUSION: The Binet system determined a better prognosis than Rai.

CONTEXTO: Diversas variáveis clínicas se relacionam ao prognóstico na leucemia linfocítica crônica; no entanto, o estadiamento de Binet determina melhor o prognóstico do que o estadiamento de Rai e Rai modificado. OBJETIVO: Avaliar características clínicas e laboratoriais no prognóstico da leucemia linfocítica crônica. TIPO DE ESTUDO: Estudos de correlação. LOCAL: Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) - Escola Paulista de Medicina / Universidade de Alfenas. PARTICIPANTES: 73 patients diagnosticados entre 1977 e 1994. VARIÁVEIS ESTUDADAS: Sexo, origem étnica, idade, linfadenomegalia, esplenomegalia, hepatomegalia, três ou mais áreas com aumento linfóide, hemoglobina, linfocitos, plaquetas. RESULTADOS: A sobrevida média dos pacientes foi 76 meses, idade média de 65 anos, variando de 33 a 87 anos. Quarenta e quatro pacientes (60,3%) eram do sexo masculino e 29 (39,7%) do sexo feminino. A análise univariada mostrou que o nível de hemoglobina (P = 0,001), número de plaquetas (P = 0,03), linfocitose periférica (P = 0,03), número de áreas linfóides acometidas (P = 0,01), assim como os estadiamentos de Rai (P = 0,02), Rai modificado (0,007) e Binet (P = 0,003) relacionaram-se significantemente com a sobrevida. A análise multivariada, pela regressão de Cox, demonstrou que o sistema de Binet determina melhor o prognóstico do que os estadiamentos de Rai e Rai modificado. CONCLUSÃO: O estadiamento de Binet é melhor que o estadiamento de Rai e Rai modificado na determinação do prognóstico.
Palavra-chave Chronic Lymphocytic Leukemia
Prognosis
Clinical
Staging
Leucemia linfocítica crônica
Prognóstico
Clínica
Estadiamento
Idioma Inglês
Data de publicação 2000-07-06
Publicado em São Paulo Medical Journal. Associação Paulista de Medicina - APM, v. 118, n. 4, p. 83-88, 2000.
ISSN 1516-3180 (Sherpa/Romeo)
Publicador Associação Paulista de Medicina - APM
Extensão 83-88
Fonte http://dx.doi.org/10.1590/S1516-31802000000400002
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Artigo
SciELO S1516-31802000000400002 (estatísticas na SciELO)
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/1002

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: S1516-31802000000400002.pdf
Tamanho: 133.1KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta