Regulação do receptor de (pro)renina em células mesangiais sob estímulo de alta glicose

Regulação do receptor de (pro)renina em células mesangiais sob estímulo de alta glicose

Título alternativo (Pro)renin receptor regulation in mesangial cell under high glucose stimulus
Autor Pereira, Luciana Guilhermino Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Boim, Mirian Aparecida Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo The (pro)renin receptor (PRR) was identified in mesangial cells (MC) and binding of (pro)renin to PRR results in a nonproteolitic activation of prorenin contributing to increase angiotensin II (AngII) synthesis in the cell surface. In addition, the stimulation of the PRR induces phosphorylation of the mitogenactivated protein kinases ERK1/2 leading to cell proliferation and up-regulation of profibrotic molecules such as TGF-β and fibronectin. High glucose concentration (HG) stimulates AngII synthesis in MC and many evidences suggest that the locally synthesized AngII plays a key role in the MC proliferation and matrix expansion leading to glomerulosclerosis and diabetic nephropathy (DN). The aim of the present study was to evaluate the contribution of PRR, independently of AngII, to the alterations induced by HG environment in MC. Gene expression was analyzed under AT1 receptor blocking or PRR mRNA silencing (siRNA). Human mesangial cells (HMC) were exposed to standard glucose concentration (C, 10 mM Dglucose) or high glucose (HG, 30 mM D-glucose) in the absence or presence of 100 nM Losartan (C+L and HG+L). Additional groups were transfected a small interference RNA (siRNA) against PRR mRNA. The mRNA expression levels for PRR, fibronectin and ERK2, were estimated by real-time RT-PCR using β-actin amplification as the endogenous control. Protein levels including total and phosphorylated forms of ERK2 were evaluated by Western Blot. The hyperglicemic environment increased the mRNA expression of PRR (5-fold) and fibronectin (2- fold) whereas it had no effect on ERK2 mRNA levels, but significantly stimulated ERK2 phosphorylation. These effects were completely reverted by losartan. PRR mRNA was efficiently blocked by siRNA (90-95%) but the effects of HG on gene expression were partially reverted with decreases of ~70% in fibronectin and 50% in ERK2 expression levels in HG group. Results suggest that PRR is strongly influenced by AngII and may constitute an additional pathway of the AngII-induced MC expansion under HG stimulation.

O receptor de renina/prorenina (RRP) foi identificado em células mesangiais (CM) e sua ligação com a renina ou prorenina resulta no aumento da síntese de angiotensina II (AII) na superfície celular. A estimulação do RRP também induz fosforilação de proteínas quinases mitogênicas ERK1/2 levando a proliferação celular e supraregulação de moléculas pró-fibróticas como fibronectina e TGF-β. A alta concentração de glicose estimula a síntese de AII nas CMs e evidências sugerem que a AII sintetizada localmente tem papel fundamental na proliferação da CM e expansão da matriz levando a glomerulosclerose e a nefropatia diabética (ND). A justificativa do presente estudo foi avaliar a contribuição do RRP, independente da AII, nas alterações da CM induzidas pela alta concentração de glicose. CMs humanas foram expostas a concentração padrão de glicose (C- 10mM D-glicose) e alta glicose (G-30mM D-glicose) na ausência ou presença de 100nM de losartan (C+L e G+L). Um grupo adicional foi transfectado com RNA de interferência (RNAi) contra RNAm de RRP. Os níveis de expressão do RNAm para RRP, fibronectina e ERK2 foram estimados por PCR em tempo real utilizando a amplificação de β-actina como controle endógeno. Os níveis proteicos incluindo as formas de ERK2 total e fosforilada foram avaliados por Western Blot. O meio hiperglicêmico aumentou a expressão do RNAm de RRP (5 vezes) e fibronectina (2 vezes) ao passo que não teve efeito sobre a expressão do RNAm de ERK2 mas estimulou significantemente a fosforilação da ERK2. Esses efeitos foram completamente revertidos pelo losartan. O RNAm de RRP foi bloqueado pelo RNAi (90-95%) mas os efeitos da glicose na expressão gênica foram parcialmente revertidos com decréscimo de ~70% da fibronectina e 50% na expressão de ERK2 no grupo G. Os resultados sugerem que o RRP é fortemente influenciado pela AII e pode constituir uma via adicional de expansão da CM induzida pela AII sob estímulo de alta glicose.
Palavra-chave Nefropatia diabética
Losartan
Receptor de (pro)renina
Células mesangiais
Renina
Idioma Português
Data de publicação 2009-03-25
Publicado em PEREIRA, Luciana Guilhermino. Regulação do receptor de (pro)renina em células mesangiais sob estímulo de alta glicose. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 63 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10019

Exibir registro completo




Arquivo

Arquivo Tamanho Formato Visualização

Não existem arquivos associados a este item.

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta