Reação estromal e proteoglicanos de baixo peso molecular ricos em leucina

Reação estromal e proteoglicanos de baixo peso molecular ricos em leucina

Título alternativo Stromal reaction and low molecular weight proteoglycans leucine-rich
Autor Coulson-Thomas, Vivien Jane Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Toma, Leny Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo During cancer cell growth many tumors exhibit various grades of desmoplasia, unorganized production of fibrous or connective tissue, composed mainly of collagen fibers and myofibroblasts. The accumulation of extracellular matrix (ECM) surrounding tumors directly affects cancer cell proliferation, migration and spread, therefore the study of desmoplasia is of vital importance. Myofibroblasts synthesize an amalgam of products including collagens and other ECM proteins, such as proteoglycans and are activated during a desmoplastic reaction. Small leucine rich proteoglycans have been characterized surrounding breast and pancreatic tumors and have the ability to suppress cell proliferation. In this study we have analyzed desmoplasia co-cultivating colorectal cancer cells (Caco-2 and HCT116) and myofibroblasts using various co-culture systems. Our findings demonstrate that direct cell-cell contact between myofibroblasts and colorectal cancer cells evokes an upregulation of the expression of ECM components (collagen I, collagen III, collagen IV, collagen V, biglycan and fibromodulin) by myofibroblasts. The ECM accumulation produced when myofibroblasts are co-cultivated with colorectal cancer cells appears unorganized and in bundles. This ECM accumulation slowed the migration and invasion of the colorectal tumor cells in both monolayer and 3-D co-culture systems. The participation of the ECM components analyzed in this study in desmoplasia is also demonstrated in vivo in human colorectal carcinoma tissue, validating our in vitro system.

A progressão do câncer e metástase invariavelmente envolve a interação com fibroblastos e com o ambiente circundante. Os fibroblastos estromais auxiliam a proliferação de células tumorais, invasão e matástase pela produção de fatores de crescimento e citocinas e pela modificação do ambiente circundante do tumor, pela modulação da matriz extracelular (MEC). Os proteoglicanos pequenos ricos em leucina (SRLPs) são componentes ativos da MEC, podendo estar alterados no estroma circundante a tumores. O efeito das células estromais em células de câncer é bem descrito; entretanto, pouco é sabido sobre o efeito das células de câncer na biologia e comportamento dos fibroblastos, incluindo a expressão de proteoglicanos, colágenos e MMPs. Nossos resultados revelam uma redução significativa na expressão dos componentes da MEC como colágenos I, II, III e IV, e os SLRPs decorim, biglicam, lumicam e fibromodulina em co-cultura de fibroblastos e duas linhagens de células de câncer de próstata; PC3 (derivada de metástase óssea) e DU145 (derivada de metástase cerebral). Interessantemente, foi observada uma diminuição da expressão global de TGFβ quando co-cultivados com as células de câncer de próstata, bem como despolimerização dos filamentos de actina e aumento da expressão de vimentina e integrina 51. A distribuição da vimentina se alterou de padrão alterado para fibrilar, característico de células invasivas. A expressão de MT1-MMP foi aumentada, sendo localizada em protusões de invadopodia estendidas pela MEC. Nossos dados demonstram como células de câncer de próstata alteram drasticamente o fenótipo dos fibroblastos, possuindo provavelmente papel importante na migração dessas células pelo estroma.
Palavra-chave Câncer
Cicatrização
Proteoglicanos
SRLPs
Reação estromal
Cancer
Neoplasias
Neoplasms
Wound healing
Proteoglycans
Stromal reaction
SRLPs
Idioma Português
Data de publicação 2010-01-27
Publicado em THOMAS, Vivien Jane Coulson. Reação estromal e proteoglicanos de baixo peso molecular ricos em leucina. 2010. Tese (Doutorado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2010.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 281 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Tese de doutorado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10012

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-292a.pdf
Tamanho: 7.889MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-292b.pdf
Tamanho: 7.732MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-292c.pdf
Tamanho: 7.942MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-292d.pdf
Tamanho: 4.604MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-292e.pdf
Tamanho: 5.759MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-292f.pdf
Tamanho: 4.773MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo
Nome: Publico-292g.pdf
Tamanho: 2.128MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta