Rastreamento de polimorfismos no gene AANAT e suas associações com a preferência diurna

Rastreamento de polimorfismos no gene AANAT e suas associações com a preferência diurna

Título alternativo Screening for polymorphisms in AANAT gene and their association with diurnal pregerence
Autor Koike, Bruna Del Vechio Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Tufik, Sergio Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo Arilalkilamina N-Acetiltransferase (AANAT) é a enzima passo-limitante da via de sintese da melatonina. Polimorfismos nos gene AANAT podem alterar a taxa de síntese e causar alterações no ritmo circadiano dos indivíduos. O objetivo deste trabalho foi realizar o rastreamento ao longo do gene AANAT e identificar quais polimorfismos estão presentes na população brasileira e buscar a associação dos polimorfismos encontrados com a preferência diurna. Para isso, foram selecionados individuos com preferência diurna extrema de acordo com a pontuação atingida no questionário de Home-Ostberg. Os DNAs foram amplificados por reação de polymerase em cadeia (PCR) e analizados pela metodologia de cromatografia líquida de alta pressão denaturante (DHPLC). Foram realizados testes de associação para cada SNP encontrado e também a análise de haplótipos. Um total de seis polimorfismos foi encontrado nessa amostra da população brasileira. Sendo dois deles inéditos na literatura e nos bancos de dados. Todos os polimorfismos do gene AANAT encontrados nessa amostra, exceto um, apresentaram frequências bastante baixas. O polimorfismo mais frequente foi o C-263G que está localizado na região promotora do gene. Este polimorfismo é caracterizado pela mudança de apenas uma base (C para G) na posição -236, exatamente no sítio de ligação do dator de transcrição SP1, indicando que este polimorfismo pode vir a modular a taxa de expressão do gene AANAT com possíveis consequências na temporalidade da curva de secreção de melatonina. O alelo -236G é mais presente no grupo dos vespertinos extremos(~49%) do que no grupo dos matutinos extremos (~36%), no entanto a análise estatística revela uma diferença limitrofe para estas proporções (p=0,06). O presente trabalho sugere que o gene AANAT é bastante conservado, visto que encontramos somente alguns polimorfismos e com frequência bastante rara na população brasileira. Um ponto importante deste trabalho foi a descoberta de dois novos polimorfismos no gene AANAT, A12G e C890T. O polimorfismo encontrado na região promotora do gene é o polimorfismo mais frequente na população estudad e apresentou uma associação limítrofe com os cronotipos extremos, portanto mais estudos são necessários a fim de se estabelecer a associação desse polimorfismo com a preferência diurna
Palavra-chave Arilalquilamina N-acetiltransferase
Polimorfismo genético
Melatonina
Idioma Português
Data de publicação 2009-07-29
Publicado em KOIKE, Bruna Del Vechio. Rastreamento de polimorfismos no gene AANAT e suas associações com a preferência diurna. 2009. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2009.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 107 p.
Direito de acesso Acesso restrito
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10007

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Retido-00200.pdf
Tamanho: 1.622MB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta