Queixas de sono e achados polissonográficos: um estudo com os trabalhadores em turnos de usinas nucleares

Queixas de sono e achados polissonográficos: um estudo com os trabalhadores em turnos de usinas nucleares

Título alternativo Sleep Complaints and Polysomnographic Findings: A Study With Nuclear Power Plants Shift Workers
Autor Paim, Samantha Lemos Autor UNIFESP Google Scholar
Orientador Mello, Marco Tulio de Autor UNIFESP Google Scholar
Instituição Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Resumo It is widely recognized in the literature that shift workers present more health complaints than the general population. The objective of this study was to describe and diagnose the sleep complaints and sleep disorders of shift workers in two Brazilian Nuclear Power Plants. Three hundred and twenty seven (327) shift workers participated in the study. They worked in three rotating shifts: afternoon (3pm-11pm), morning (7am-3pm) and night (11pm-7am). We carried out a subjective evaluation with a sleep questionnaire. Based on these results, the interviewees that reported sleep-related complaints more than three times a week were referred for a Polysomnographic Evaluation. Out of the 327 volunteers initially evaluated, 145 were referred to Polysomnography. Of these, 111 (34%) workers presented some kind of sleep disorder, these being: 31 (21%) with Obstructive Sleep Apnea (OSA) and 30 (21%) with Periodic Limb Movement (PLM). Fifty subjects (34%) presented both disorders and 34 (23%) presented none. The present study shows that 37% of the population evaluated presented some sort of sleep disorder. This high percentage should be investigated for associations with other aspects of work, such as working hours, working schedule, years performing shift work and access to health services. Due to the strong association between sleep disorders and the incidence of fatigue and sleepiness (and, therefore, a higher probability of accidents), the evaluation of the sleep patterns and complaints of shift workers is essential and should be considered to be one of the basic strategies of the companies to prevent accidents.

Os trabalhadores em turnos das usinas nucleares devem manter um alto desempenho e atenção ao longo do seu turno. No entanto, encontra-se consolidado na literatura que os distúrbios do sono podem prejudicar a atenção e o desempenho dos trabalhadores que são submetidos a diferentes horários de sono. Objetivo: O objetivo deste estudo foi descrever as queixas subjetivas sobre o sono e os parâmetros polissonográficos dos trabalhadores em turnos das usinas nucleares brasileiras. Método: Foi realizada uma avaliação subjetiva com a aplicação do Questionário UNIFESP do sono, no qual os trabalhadores que relataram alguma queixa referente ao sono, foram encaminhados para a realização de uma avaliação polissonográfica noturna. Resultados: Dos 327 trabalhadores que responderam ao questionário, 113 relataram queixas de sono; sendo estes também mais velhos, com um maior IMC e que trabalhavam por turnos há mais tempo, quando comparados aos sem queixas de sono. Dentre os 113 que apresentaram queixas e que foram encaminhados para a polissonografia, 90 apresentaram alterações no sono, apresentando como resultado uma maior proporção no estágio 1, um maior índice de microdespertares, um maior índice de apnéia e de hipopnéia e um maior índice de movimento das pernas, quando comparados com os demais. Destes, 18 (20%) apresentaram movimentos periódicos de pernas, 30 (33%) foram considerados como tendo apnéia, e 42 (47%) apresentaram estas duas condições combinadas. A maioria dos casos foi considerada como de grau leve. Conclusões: De maneira geral, os dados do presente estudo corroboram com os já evidenciados na literatura os quais mostram que, subjetivamente (no questionário), os trabalhadores em turnos apresentam queixas de sono. E com a polissonografia xi ii foi constatado que além de queixas a grande maioria dos trabalhadores apresenta índices preditores de distúrbios do sono. As porcentagens encontradas são próximas às da população em geral, mas é importante ressaltar que estas queixas influenciam diretamente para uma diminuição da qualidade de vida destes trabalhadores bem como, no que diz respeito ao desempenho e o aumento do risco de acidentes durante a jornada de trabalho.
Palavra-chave Polysomnography
Shift work
Sleep wake disorders
Distúrbios do sono
Nuclear power plant
Polissonografia
Trabalhadores em turnos
Usina nuclear
Queixas de sono
Sleep complaints
Idioma Português
Data de publicação 2008-01-30
Publicado em PAIM, Samantha Lemos. Queixas de sono e achados polissonográficos: um estudo com os trabalhadores em turnos de usinas nucleares. 2008. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), São Paulo, 2008.
Publicador Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)
Extensão 65 p.
Direito de acesso Acesso aberto Open Access
Tipo Dissertação de mestrado
Endereço permanente http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/10000

Exibir registro completo




Arquivo

Nome: Publico-Tese%20Samantha%20Lemos%20Paim.pdf
Tamanho: 464.3KB
Formato: PDF
Descrição:
Abrir arquivo

Este item está nas seguintes coleções

Buscar


Navegar

Minha conta